Tenente da PM acusado de matar lutador é encontrado morto por enforcamento

Ontem pela manhã o tenente da Polícia Militar, Iranildo Félix, foi encontrado enforcado e morto dentro de uma das celas,na sede do 5º BPM, onde se encontrava preso devido ser o principal suspeito pela morte do lutador de MMA Luiz de França, assassinado em fevereiro do ano passado. O tenente estava enforcado com um lençol em torno do pescoço.

De acordo com a PM, um agente foi levar a comida do tenente e o encontrou enforcado com um lençol. Mesmo sem análises do Instituto Técnico e Cientifico de Polícia (Itep), a polícia acredita em suicídio, uma vez que o tenente se encontrava sozinho na cela, porém só após a liberação do laudo cadavérico é que se terá a real certeza das causas da morte.

INVESTIGAÇÃO
As investigações em torno da morte do lutador Luiz de França, que também era instrutor de uma academia no bairro Cidade Satélite, apontam que o ele foi morto a tiros na manhã do dia 10 de fevereiro de 2014 e que o principal suspeito era o tenente Iranildo Félix. A motivação teria sido uma discussão entre Luiz e o militar por causa de uma aula na academia.

Pesava sobre o tenente outras duas acusações de homicídio: uma antes do assassinato do lutador Luiz de França e outro depois. Uma das vítimas seria a ex-mulher de Iranildo, a estudante de Direito Izânia Maria Bezerra Alves, 31, morta poucos dias após a execução do lutador.