Sucesso da vacina ameaça país com apagão em 2021, diz especialista

Uma crise energética em 2021 está “nas mãos de São Pedro e da vacina”, diz o analista de energia Adriano Pires, do CBIE (Centro Brasileiro de Infraestrutura). Segundo o doutor em economia industrial, o desejado crescimento econômico pós-pandemia demandaria uma quantidade de energia que o Brasil não tem condições de fornecer —a não ser que chova acima da média nos primeiros meses do ano, para recuperar a produção das hidrelétricas. O sucesso da vacina e da economia podem levar a um apagão. Em dezembro deste ano, o nível dos reservatórios das principais usinas chegou a um dos mais baixos da série histórica. Para contornar o problema, o Brasil tem aumentado uso de outras fontes, principalmente termelétricas, e está importando energia da Argentina e do Uruguai. Isso aumenta o custo da eletricidade e foi um dos motivos que levou a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) a acionar a bandeira vermelha 2, a mais cara para o consumidor.

UOL