Santuário Nacional de Aparecida volta a receber fiéis

Após quatro meses sem a presença de devotos, Santuário reza em homenagem às vítimas da Covid-19

Thiago Leon
Celebração no Santuário

Após mais de quatro meses sem a presença dos devotos, o Santuário Nacional de Aparecida celebrou, no início da manhã desta terça-feira (28) pela primeira vez a Santa Missa com a presença do público.

Desde o início das orientações das autoridades em relação à pandemia de Covid-19, as celebrações eram feitas sem a presença dos devotos e transmitidas apenas pelos meios de comunicação da Rede Aparecida.

:: Quero Visitar o Santuário. Quais são os procedimentos de prevenção à COVID-19 do local?

Os devotos de Nossa Senhora Aparecida acordaram cedo para participar da primeira Missa. Luciana Elache, de Aparecida (SP), foi a primeira a chegar na fila e, assim como os demais participantes, teve sua temperatura aferida e recebeu álcool em gel na entrada da Igreja. Para manter o distanciamento social, sentou-se em uma das pontas do banco, com distância segura de outro devoto, que estava do lado oposto. As medidas fazem parte do plano de retomada gradual e segura do Santuário Nacional para reabertura.

Padre Luiz Cláudio, administrador Ecônomo do Santuário Nacional, comandou a celebração e recepcionou os fiéis no início da Missa: “Sejam bem-vindos novamente a Casa da Mãe Aparecida“. O sacerdote agradeceu aos membros da Família dos Devotos, que permitiram que a obra de Evangelização do Santuário pudesse chegar a milhares de lares, hospitais e às casas dos devotos.

Thiago Leon
Thiago Leon
Padre Luiz Cláudio

Gratidão a todos os membros que, através da colaboração com esta obra, proporcionam que milhares de brasileiros tenham o Santuário em suas casas, levando a esperança e a certeza que Deus não nos abandona, principalmente nos momentos mais difíceis“.

O celebrante ainda destacou a intenção da santa missa aos doentes e acometidos pela Covid-19.

“Rezemos pelas famílias que perderam os parentes. Pelos Padres, bispos e profissionais da saúde que deram suas vidas nesta pandemia”PADRE LUIZ CLÁUDIO, ADMINISTRADOR ECÔNOMO DO SANTUÁRIO NACIONAL

Acompanhado de Padre Eduardo Catalfo, reitor do Santuário Nacional, o ecônomo agradeceu aos colaboradores do Santuário, que trabalham com segurança pela reabertura e citou a primeira leitura: “Deus é nosso Pai e não nos abandona, nem nas principais dificuldades. Rezemos à Nossa Senhora que não permita que nos afastemos de Deus. Em tempos difíceis, devemos confiar em Deus e contar com a proteção materna de Nossa Senhora Aparecida“, finalizou.