Saída Aeroporto Aluízio Alves perde principal companhia de exportação de cargas

O consórcio Inframérica confirmou que a companhia aérea Lufthansa Cargo deixará de operar o transporte de cargas no Aeroporto Internacional Aluízio Alves, em São Gonçalo do Amarante, na Grande Natal. A partir da próxima terça-feira (21), a empresa vai transferir a estrutura logística para o Aeroporto Internacional do Recife, em Pernambuco.

Segundo a Inframérica, a Lufthansa Cargo, de bandeira alemã, operava com voos regulares por semana para o terminal. A aeronave, modelo 777 e MD11, tem capacidade para transportar 100 toneladas. Por semana, a companhia era responsável pelo transporte de 60 toneladas de produtos para a Europa.

Em 2018, a empresa chegou a aumentar a frequência no aeroporto, operando duas vezes na semana. Naquele ano, a companhia fez 189 pousos e decolagens da companhia que levaram em 5,9 mil toneladas de cargas para a Europa.

Ainda de acordo com Inframérica, a direção do terminal aéreo potiguar está em contato com outras companhias aéreas com o objetivo de trazer novos negócios e novas operações para o Aeroporto Aluízio Alves. “A crise que o setor aéreo vem enfrentando durante a pandemia do coronavírus afetou também o fluxo de passageiros e cargas do terminal potiguar. Mas estamos otimistas. Acreditamos que em breve vamos voltar com novas operações e quem sabe a Lufthansa volte a operar por aqui”, detalhou a Inframérica, em nota oficial.

Ainda de acordo com a concessionária do aeroporto potiguar, o Terminal de Cargas possui todos os requisitos técnicos e autorizações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e de órgãos internacionais para funcionar. O terminal de cargas recebeu nova validação do Food and Drug Administration (FDA), que é a agência federal do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos EUA.

Agora RN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *