Reflexões teológicas – Ricardo Alfredo

PENSAMENTO – A resposta de Deus

“O natal, é a alegria de saber que Cristo nasceu, viveu e ressuscitou”.

(Escritor e teólogo Ricardo Alfredo).

 

AGRADECIMENTO

Caro amigo/leitor, você é alguém tem lugar cativo no meu pensamento. Pois bem sei que ao lermos um texto, dedicamos um tempo para analisar, filtrar e ao mesmo tempo tirar nossas conclusões do que foi escrito. Além de estarmos priorizando o texto lido em meio aos muitos existentes.

A alegria de receber perguntas por e-mails, pelo fone e às vezes pessoalmente é indescritível.  Quase sempre, uma grande diversidade de elogios vem através dos meios de comunicação, os quais tenho deixado aos pés da cruz de Cristo, minha única glória.

Bem sei que há uma diversidade de possibilidades no mundo digital como: a TV, os livros, os artigos e revistas. Todavia tenho o privilégio de tê-los como amigos/leitores. Como é revigorante saber e ver que sou brindado com um comentário, com um compartilhamento pelo zap ou outras redes sociais. O meu sincero obrigado.

Jamais poderia deixar de agradecer, de forma geral a todos, que ao elogiar, criticar ou mesmo comentar, estão dando a prerrogativa de me sentir parte de algo que vem crescendo com os justos.

O ano se a vizinha, e hoje serei melhor que ontem. Serei paciente e bom como é meu mestre.

Desta feita, quero agradecer ao meu Senhor Cristo Jesus, por dá-me o privilégio de sentir sua suave voz, em meio as tribulações, a dizer: não tenha medo, estou aqui.

 

O NASCIMENTO DE JESUS… É NATAL

No calendário gregoriano, o dia 25 de dezembro, foi escolhido como o dia de nascimento de Jesus Cristo, o Rei Universal. Ainda que esta data não seja aceita pelos teólogos e historiadores bíblicos que contestam a data, afirmando que é festa religiosa dos romanos, do Sol Invencível, que se dava na noite do dia 24 e não o nascimento do verdadeiro Rei. Para o sistema que é dominante culturalmente, é nesse dia que se comemora o nascimento de Cristo, sendo o significado desse evento algo extraordinário, uma vez que se trata de um acontecimento histórico.

Por outro lado, é notório que o verdadeiro sentido do Natal, o nascimento do Cristo, está sendo gradualmente perdido e ao mesmo tempo sendo substituído por delírios materialista. Notadamente, o pregador da Galiléia vem ano a ano perdendo o seu lugar para o bom velhinho (capitalismo desenfreado); e assim, o que é essencial vai sendo trocado pelo que é supérfluo; e nesta troca temos, o que é fidedigno e o que é correto pela fábula.

O que deveria ser um momento de reflexão, simplesmente é trocado pelo álcool e pela falsa impressão de prazer. E na esquina do coração onde mora a doação e o dividir, entra o consumismo desenfreado e desregrado, e o caminho que deveria ser do Natal, que é: de amor e de fraternidade, foi substituído pela clássica exibição do egoísmo, do luxo, da vaidade e da ostentação. Todavia, o Cristo veio sem soberba alguma, pois nasceu em um lar pobre e sem direito a uma casa decente. E essa inversão de valores, vem conduzindo a humanidade a criar os muros da separação.

Certamente, muitos já compreenderam o verdadeiro sentido do Natal que é encontram a paz do Cristo. Visto que o natal é: esperança no nascimento do Cristo dentro de cada coração; O Deus que se fez humano, mesmo sendo o Senhor vivo e Deus dos vivos, não dos mortos. O presente do Deus vivo a humanidade em forma de: amor, esperança, paz e perdão.

Portanto, O natal é hora de agradecer por tudo que enfrentamos durante o ano e erguemos uma prece de reconhecimento pela bondade e misericórdia encontrada no Senhor do universo e juiz dos mundos, Cristo. Um Natal de luz para todos, com muita paz, saúde e realizações!

 

12° DIREC – MOSSORÓ

A 12º Direc Mossoró, sobre a direção do professor Jadson Arnaud e seu assistente administrativo Mauro e a equipe vêm dando um show de inovação e competência. Desde nova formação interna, temos sentido o reflexo no mundo educacional. Com a pandemia, a Direc criou um meio de comemorar o natal com todo protocolo vigente, e de forma sábia presentou os funcionários através do drive-thru e de um sorteio via Google Meet. Parabéns a todos.

 

LINKS CULTURAIS

Grupo candeia da palavra – Tenho lido e refletido os textos do grupo CANDEIA DA PALAVRA, o qual vem dando instruções bíblicas, doutrina, e a boa mensagem do evangelho. Um grupo liderado pelo irmão e amigo Romero Marinho, não poderia ser diferente. Para quem deseja conhecer as mensagens eis os endereços:  https://bit.ly/candeiadapalavra. Ingresse no grupo de transmissão do WhatsApp: http://bit.ly/mensagememaudio (coordenação Romero Marinho).

 

ACJUS – Academia de Ciências Jurídicas e Socais de Mossoró

O presidente da ACJUS, Dr. Wellington Barreto e a diretoria, vem a público desejar um feliz natal e um próspero ano novo a todos os mossoroenses e aos confrades e confreiras.

 

REFLEXÃO DO DIA

Vi um monte de tolos, dentro de uma secretaria municipal, humilhando, pisando, zombando e maltratando. Também vi o Deus dos céus e juiz dos mundos, lhes dando uma reposta dura de rejeição. (Prof. Ricardo Alfredo).

 

LANÇAMENTO

O irmão e amigo Geraldo Maia, lançou mais um extraordinário livro, com o tema: O Criador do país de Mossoró. Parabéns bom irmão.

 

DECISÃO NO STF Lei da Ficha Limpa

O ministro do STF, Nunes Marques, tomou uma decisão que afetou as candidaturas de 2020, porém, essa decisão está pendente de análise pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e o Supremo, o que deve ser feito rapidamente.

O ministro Nunes Marques acolheu a uma petição do PDT. A decisão atinge condenados por:

  1. a) crimes contra a administração pública;
  2. b) crimes contra o sistema financeiro;
  3. c) crimes contra o meio ambiente e saúde pública;
  4. d) crimes eleitorais com pena privativa de liberdade;
  5. e) abuso de autoridade;
  6. f) casos em que houver condenação à perda do cargo;
  7. g) lavagem de dinheiro;
  8. h) tráfico de drogas;
  9. i) racismo;
  10. j) crimes praticados por organização criminosa, entre outros. (Fonte: g1.globo.com)

 

AMOL – Academia Mossoroense de Letras

O presidente da AMOL, o Dr. Helder Horonildes, deseja a todos um feliz natal e um próspero ano novo.

 

DIREITO – PRINCÍPIOS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

Existem cinco (05) regras para um bom desempenho da atividade no setor público e estas estão no Art. 37 da Constituição Federal de 1988. São elas:

1) LEGALIDADE – O princípio da legalidade é a obrigatoriedade dos servidores públicos de fazerem apenas o que está previsto na Lei. O gestor público deve proceder numa licitação, por exemplo, conforme as regras estabelecidas e nunca de forma diferente.

2) IMPESSOALIDADE – O princípio da impessoalidade é dividido em duas partes:

1 – A relação com os particulares: tem como objetivo a finalidade pública, sem promover interesses pessoais. Como, por exemplo, a nomeação de algum amigo ou parente para exercer um cargo público, sem ter o conhecimento técnico para a função, em troca de benefícios pessoais.

2 – Em relação à própria Administração Pública: vedação de promoção pessoal de agentes públicos em quaisquer atos, obras, serviços, publicidade de atos, programas e campanhas, como reza o Art. 37, §1º da Constituição Federal:

  • 1º A publicidade dos atos, programas, obras, serviços e campanhas dos órgãos públicos deverá ter caráter educativo, informativo ou de orientação social, dela não podendo constar nomes, símbolos ou imagens que caracterizem promoção pessoal de autoridades ou servidores públicos.

3) MORALIDADE ADMINISTRATIVA – Não satisfaz ser obediente apenas ao princípio da legalidade. Aqueles que lidam com o interesse e patrimônio público devem, também, seguir padrões éticos esperados em determinada comunidade. Principalmente na coisa pública.

4) PUBLICIDADE – Os atos praticados pela Administração Pública devem ser publicizados oficialmente, para conhecimento e controle da população.

5) EFICIÊNCIA – Compreende-se “eficiência” por quando o agente cumpre com suas competências, agindo com presteza, perfeição, buscando sempre o melhor resultado e com o menor custo possível, no sentido econômico-jurídico. Exige desfecho satisfatório, em tempo razoável, em prol do interesse público e segurança jurídica.

 

CONHECIMENTO TEOLÓGICO – Calendário Judaico

O calendário judaico tem seu início no ano em que Deus teria criado o mundo, exatamente no dia 07/10/3760 a.C. Hoje, portanto, os judeus vivem no ano 5772.

 

DORMIU NO SENHOR

A professora Hulda Nunes, passou para o senhor. Cantamos juntos no coral da Assembleia de Deus no templo sede e seu marido que dorme era um bom amigo. O nosso pesar a família.

 

MEU DESEJO NESTE NATAL…

Desejo que neste Natal seu coração seja cheio da presença de Cristo Jesus, e que a esperança e o amor, transborde em sua casa e reinem a alegria e a paz. Boas Festas!