Quadro de Picasso é vendido por mais de 100 milhões de dólares

Retrato em cores vibrantes de Marie-Thérèse Walter, musa e amante do pintor, foi arrematado em apenas 19 minutos. Obra é de 1932, considerado um dos anos mais produtivos e cobiçados do artista espanhol.

Um quadro do pintor espanhol Pablo Picasso foi vendido em um leilão da Christie’s, em Nova York, por 103,4 milhões de dólares na noite desta quinta-feira (13/05).

Intitulado “Mulher sentada junto a uma janela”, o retrato em cores vibrantes de sua musa e amante Marie-Thérèse Walter começou o leilão em 45 milhões de dólares e logo ultrapassou os 55 milhões de dólares estimados pelos especialistas da Christie’s.

Porém, o martelo foi batido em 90 milhões de dólares, valor ao qual foram acrescentados taxas e impostos. De acordo com a Christie’s, a obra é agora um dos cinco Picassos mais caros já leiloados, todos arrematados por mais de 100 milhões de dólares.

O preço foi atingido em apenas 19 minutos. A peça é considerada uma obra excepcional, pois Picasso geralmente pintava Marie-Thérèse deitada, nua, com os olhos fechados e perdida em seus próprios pensamentos. Nesse quadro, porém, ela é retratada em uma cadeira preta perto de uma janela. Além disso, a obra foi pintada em 1932, um dos anos mais produtivos e cobiçados do artista.

“Todos querem uma de suas obras de 1932”, destacou Vanessa Fusco, codiretora do leilão de arte do século 20 da Christie’s.

Especificamente, a obra foi pintada em outubro de 1932, no Château de Boisgeloup, na Normandia, e faz parte de uma série de retratos de Marie-Thérèse que foram exibidos na mostra “Picasso, 1932: Amor, Fama, Tragédia”, que pode ser vista no Tate Modern, em Londres, e no Musée de Picasso, em Paris, em 2017 e 2018.

Marie-Thérèse conheceu Picasso aos 17 anos, quando o pintor já tinha 45 anos.

Para Giovanna Bertazzoni, vice-presidente do departamento dos séculos 20 e 21 da Christie’s, a vida pessoal de Picasso, sua aura e seus amores ainda ressoam hoje em dia, embora seu trabalho tenha mais de 100 anos.

“Ainda é incrivelmente contemporâneo e fala conosco”, destacou.

Antes, a pintura cubista havia sido leiloada em 2013, pela Sotheby’s, em Londres, pelo equivalente a 44,8 milhões de dólares.

Até hoje, “As Mulheres de Argel” foi o quadro de Picasso mais caro, vendido por 179,4 milhões de dólares, em 2015.

Fonte DW