Sindicato aprovou indicativo de greve para a próxima segunda-feira, 07 (Foto: Lenilton Lima).

Professores do Estado podem iniciar greve geral na próxima semana

Os professores da rede estadual de ensino decidiram, em assembleia realizada na quarta-feira, 02, em Natal, paralisar as atividades a partir da próxima segunda-feira, 07, caso o Governo do Estado não pague o novo Piso Salarial da categoria retroativo à janeiro.

Nesta quinta-feira, 03, às 14h, os docentes de Mossoró se reúnem em assembleia para decidir por integrar a greve estadual ou não.

“O novo piso salarial deve ser pago a partir de janeiro. A Assembleia Legislativa aprovou, no dia 24 de fevereiro, o reajuste de 11,36% para os professores, mas os salários começaram a ser pagos hoje sem o reajuste e nem o valor retroativo ao mês de janeiro. O Governo do Estado foi notificado oficialmente e respeitaremos o praz de 72h”, informa o diretor do Sindicato dos Trabalhadores Em Educação (Sinte/RN), Rômulo Arnaud.

Rômulo Arnaud lembra que, também a partir da próxima segunda-feira, 07, os técnicos das escolas estaduais devem iniciar paralisação devido à falta de reajuste salarial há três anos.

Com o reajuste aprovado no final de fevereiro, o salário base dos professores no RN passou de R$ 1.917,78 para R$ 2.135,64. A próxima assembleia geral do Sinte está marcada para o dia 05 de abril, em Natal. Se, a greve for iniciada, os professore deverão se reunir com pais e alunos para conversar sobre a paralisação e mobilizar as comunidades em protestos.

Além da suspensão das aulas, os professores afirmam que irão também elaborar um dossiê sobre as condições de trabalho, estruturais e déficit de docentes na rede estadual de ensino.