Presidente do Banco do Brasil pede a Bolsonaro e Guedes para deixar o cargo

Informação foi divulgada pelo banco. Rubem Novaes foi anunciado para o cargo ainda na transição de governo e, segundo o BB, entendeu que instituição precisa de ‘renovação’.

Por G1 — Brasília

O presidente do Banco do BrasilRubem Novaes, pediu ao presidente Jair Bolsonaro e ao ministro da Economia, Paulo Guedes, para deixar o cargo. A decisão foi comunicada em um fato relevante, divulgado nesta sexta-feira (24) pela instituição.

Rubem Novaes foi anunciado no cargo ainda em 2018, durante a transição de governo. A indicação dele foi feita por Paulo Guedes.

“O Banco do Brasil (BB) comunica que o sr. Rubem de Freitas Novaes entregou ao exmo. sr. presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, e ao exmo. ministro da Economia, Paulo Roberto Nunes Guedes, pedido de renúncia ao cargo de presidente do BB, com efeitos a partir de agosto […] entendendo que a companhia precisa de renovação para enfrentar os momentos futuros de muitas inovações no sistema bancário”, informou o banco.

Economista, Rubem Novaes é doutor pela Universidade de Chicago (EUA) e teve passagem pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Ex-presidente do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), também deu aula na Fundação Getúlio Vargas (FGV).