Notas da Redação

ÁLVARO

O prefeito de Natal, Álvaro Dias, esteve em Brasília, onde foi recebido pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. O articulador do encontro foi o ministro Rogério Marinho que também participou do encontro. O assunto principal foi a construção do Hospital Municipal de Natal.

EMPRÉSTIMO

O Governo do RN renovou prazo de contrato do empréstimo de recursos com o Banco Mundial para execução do Projeto de Desenvolvimento Sustentável do Estado. O contrato que deveria ser finalizado em 31 deste mês, teve vencimento prorrogado para 31 de dezembro de 2022.

CIRURGIAS

A Sesap/RN suspendeu, desde ontem, todas as cirurgias eletivas na rede pública estadual. Por conta do aumento exponencial nos casos de Colvid-19 no estado, todos esses leitos ficarão à disposição dos contaminados com esse vírus.

RÉCORDE

Mesmo com o anúncio alarmante de 4.195 mortes em 24 horas, causadas pelo covid-19, ainda já quem insista que esses dados não são reais. Acredita-se que no final de abril esse número ultrapassará os 5 mil mortos por dia.

RANKING

O estado onde ocorre o maior número de mortes é São Paulo, com 78.554, seguido pelo Rio de Janeiro com 38.040. Minas Gerais com 25.795, Rio Grande do Sul com 21.018 e Paraná com 17.685.

BUNTANTAN

Desde janeiro, o Butantan já entregou mais de 37 milhões de vacinas ao Ministério da Saúde. Até hoje, não houve registro de efeitos adversos graves causados pelo uso do imunizante. De cada 10 vacinas aplicadas no Brasil, 9 são do Butantan.

LULA

As pesquisas viram e passam a mostrar o ex-presidente Lula como favorito na corrida presidencial. Os políticos de centro, por sua vez, procuram outro nome que possam apoiar, evitando Lula e não querendo apoiar a reeleição de Bolsonaro.

FLÁVIO

O empresário Flávio Rocha foi absolvido, ontem, pelo Tribunal Regional Federal da 5º Região no processo em que era acusado de injúria pela procuradora Ileana Neiva Mousinho, do Ministério Público do Trabalho.

FEOCOMÉRCIO

A Federação do Comércio do Rio Grande do Norte iniciou a distribuição de 5.000 cestas básicas para trabalhadores do Comércio, Serviços e Turismo que perderam suas fontes de renda por conta da pandemia.

FHC

O ex-presidente Fernando Henrique considera que o presidente Jair Bolsonaro governa para o grupo, a família, os partidários e os amigos dele. Diz que é melhor para o Brasil que ele complete o mandato, pois o país já vários impeachments, e isso deixa marcas.