Notas da Redação

PRESIDÊNCIA

Segundo informações de “O Antagonista”, o ministro Fábio Faria foi sondado para se candidatar à Presidência da Câmara, mas não aceitou conversar sobre o assunto. Alegou dedicação ao projeto bilionário do 5G.

PESQUISAS

As pesquisas eleitorais continuam sendo divulgadas. Em Mossoró, há um questionamento em relação ao que foi publicado por diferentes institutos, onde os dois principais concorrentes estão com diferença de apenas um ponto em uma delas, e 13 pontos na outra.

RESULTADOS

Na pesquisa estimulada divulgada pela TCM/TS2, em 19.10, Rosalba Ciarlini está com 32,72% e Allyson Bezerra 20,36%. Ontem, a Rádio Difusora publicou outra, mostrando que, na pesquisa estimulada, Rosalba está com 33,8% e Allyson com 33,5%.

SUS

Em momento de desatino, o presidente Bolsonaro colocou o SUS entre as privatizações do seu governo. Diante da grande reação da população, recuou de imediato e tornou sem efeito o decreto presidencial.

COVID-19

O Sistema Único de Saúde ganhou prestígio com o amplo atendimento às vitimas da Covid-19, que tiveram atendimentos em ambulatórios, hospitais, UTIs e distribuição gratuita de medicamentos.

AMERICANOS

Nos Estados Unidos, milhões de americanos não tiveram atendimento semelhante ao prestado no Brasil. Além disso, os altos custos do tratamento afastam cerca de 50 milhões de pessoas dos serviços médicos e não existe lei que obrigue empregadores a oferecer licença médica

OFERTA

A “Laureate”, no Rio Grande do Norte, antiga UNP, está sendo negociada pela bagatela de R$ 4,7 bilhões. A transação poderá se concretizar depois da Justiça de São Paulo derrubar liminar impetrada pela Ser Educacional que desejava a proibição da transação.

GASTOS

A maioria dos blogs e sites do RN noticiaram que a ex-prefeita Cláudia Regina (DEM) foi a candidata a prefeito de Mossoró que mais gastou na campanha eleitoral. Até o momento, as despesas estão em R$ 1.708.260,20, enquanto a prefeita Rosalba investiu R$ 390.304,41.

IMPUGNADOS

Já não se fala mais nos candidatos a vereador em Mossoró e que foram impugnados pela Just8iça Eleitoral. Alguns deles colocarão familiares como substitutos, enquanto outros simplesmente desistiram da luta. É isso mesmo que acontece na política.

LULA

Consciente que não obterá condições legais para disputar mais um mandato de presidente, Lula desafiou os companheiros a encontrarem outro candidato. E completou, “que tenha mais de nove dedos nas mãos e alguns atributos particulares.”