Notas da Redação

INPUGNAÇÃO

A candidata Cláudia Regina enfrenta seu primeiro contratempo. O Ministério Público Eleitoral pediu sua impugnação, alegando inelegibilidade. Justifica a decisão em motivo da existência de 13 condenações por crime corrupção eleitoral.

RECURSO

A assessoria jurídica da candidata Cláudia recorrerá da decisão, entendendo que o assunto foi pacificado pelo Tribunal Superior Eleitoral. A inelegibilidade da candidata termina no próximo dia 7 de outubro, antes da eleição, que será em 15 de novembro.

DESCONFORTO

Mesmo que venha a ser candidata enquanto o processo é julgado em instância superior, a campanha de Cláudia transcorrerá em clima de insegurança sobre a decisão final da justiça eleitoral, prejudicando sua mobilização em busca de votos.

ESFORÇO

Embora não mudasse o quadro, bem que o ex-senador José Agripino tentou convencer Cláudia a ser a candidata a vice de Allyson Bezerra. O desejo de acertar contas com Rosalba impediu Claudia de atender o apelo de Agripino.

COMJNICAÇÃO

Candidatos a cargos eletivos não são obrigados a pedir permissão para visita a espaços públicos. Contudo, devem fazê-lo, evitando encontros indesejados com outros candidatos. No primeiro dia da propaganda, houve candidato que preferiu não seguir essa orientação.

PONDERAÇÃO

O juiz federal Orlan Donato considerou que o Ministério Público Federal agiu precipitadamente e determinou o arquivamento do processo que investiga a estudante Ana Flávia de Lima, representada pela reitora da Ufersa, Ludimilla de Oliveira, por calúnia, difamação, ameaça e associação criminosa.

PAGAMENTOS

De forma discreta, a secretária municipal da Saúde, Maria da Saudade, administrou, negociou e pagou os débitos existentes com prestadores de saúde, alguns deles, ainda da administração anterior. Até o final de outubro planeja atender demandas nas cirurgias eletivas.

COVID

A saúde municipal iniciou o processo de desativação de leitos para pacientes contaminados com o Covid-19, tanto nos hospitais públicos como nos hospitais privados.

REGISTROS

Terminou ontem, sábado 26, o prazo para os partidos políticos apresentarem o pedido de registro das candidaturas nas eleições municipais de 2020. Hoje, domingo (27), inicia o período da campanha eleitoral nas ruas.