Notas da Redação

PESQUISA

Em Mossoró, nova pesquisa procura saber a opinião do eleitor em relação às próximas eleições. Entre as muitas perguntas, algumas em relação à posição da ex-deputada Larissa Rosado.

CANDIDATURAS

Até o momento, ao menos três candidaturas a prefeito de Mossoró estão confirmadas. Rosalba Ciarlini será candidata à reeleição e os deputados Allyson Bezerra e Isolda Dantas procuram ocupar o mesmo cargo.

ENTREVISTAS

No período em que a propaganda política ainda não é permitida, os candidatos procuram os meios de comunicação, sugerindo que eles próprios sejam entrevistados, no que estão sendo atendidos.

REELEIÇÃO

O cargo de Presidente do Poder Legislativo é mesmo apaixonante. O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, enviará consulta ao STF sobre a possibilidade de sua reeleição, que não é permitida pelo Regimento Interno da Casa.

ISABEL

Em Mossoró, a presidente da Câmara, Isabel Montenegro, conseguiu aprovar dispositivo que permite a reeleição do presidente da Câmara até para a legislatura seguinte, mesmo sem saber se o atual ocupante do cargo será reeleito vereador.

COVID

O Sistema Confúcio, que traz classificação por ranking de percentual de execução de verbas destinadas à Covid-19 classifica Mossoró como o 12º município do RN que mais investiu em ações contra o Covid-19. Aplicou 62,94%.

CONTAMINAÇÃO

Até ontem à tarde, o Rio Grande do Norte registrava a 47.291 casos confirmados e 1.697 mortes por Covid-19. Segundo Secretaria do Estado da Saúde Pública (Sesap), outros 190 óbitos são investigados. Dados foram atualizados nesta segunda-feira (27).

ADIAMENTO

A terceira e última fase do Plano de Retomada Gradual das Atividades Econômicas que estava prevista para iniciar nesta terça-feira, 28, foi adiada por sete dias pelo Governo do Estado. A determinação pode ser descumprida por decretos dos prefeitos municipais.

CRÍTICA

Um grupo de 152 arcebispos, bispos e bispos eméritos da Igreja Católica assinaram uma carta se posicionando contra o governo de Jair Bolsonaro Na carta, os signatários pedem uma união por um diálogo antagônico às ações do governo.

CENTRÃO

Os partidos DEM e MDB, que integravam o bloco do ‘Centrão’ na Câmara dos Deputados, irão sair do grupo, hoje formado pelo PL, PP, PSD, MDB, DEM, Solidariedade, PTB, PROS e Avante, somando mais de 200 dos 513 parlamentares da Casa.

28

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *