Menina de 13 anos violentada pelo pai morreu por complicações no parto

OAnuário Brasileiro de Segurança Pública 2019 aponta que, por hora, quatro meninas de até 13 anos são estupradas no Brasil

O caso da menina de 10 anos ainda gera polêmica pelo fato de a criança ter abortado. Grupos radicais religiosos chegaram a ir ao hospital hostilizar o médico e a menina, chamando ambos de assassinos.

A gravidez na infância e na adolescência é muito perigosa e o risco de morte é muito alto. Foi o que aconteceu com uma menina de 13 anos violentada pelo próprio pai.

Ela engravidou aos 12 anos. Meses depois, tornou-se mãe e morreu por complicações de saúde, no momento do parto, causadas por uma gestação de alto risco. O caso ocorreu em dezembro no ano passado.

Ela morava em uma comunidade ribeirinha no município de Coari, no interior do Amazonas, junto com os pais e cinco irmãos. Em depoimento, após descobrir a gravidez, ela disse a assistentes sociais que foi abusada pelo pai durante anos, quando ficava sozinha com o pai.

“Sempre que a minha mãe viajava para a cidade, ele aproveitava a ausência dela e dos meus irmãos para fazer isso comigo”, disse a adolescente ao Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) de Coari. A garota revelou que costumava chorar muito durante os abusos e pedia “pelo amor de Deus” para o pai parar.

O caso foi levado às autoridades policiais. O pai, que hoje está preso, fugiu logo após a descoberta da gestação. Ele nega os abusos sexuais. Um exame de DNA, porém, comprovou que ele é o pai do bebê da própria filha.

Um levantamento feito pela BBC News Brasil, com base no Sistema de Informações Hospitalares do SUS, do Ministério da Saúde, revela que o país registra uma média anual de 26 mil partos de mães com idades entre 10 a 14 anos.

O Anuário Brasileiro de Segurança Pública 2019 aponta que quatro meninas de até 13 anos são estupradas no país a cada hora.

Fonte A Hora do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *