Governo prorroga por 60 dias entrega da declaração do Imposto de Renda

O Ministério da Economia anunciou que está prorrogado por 60 dias prazo para entrega das declarações de Imposto de Renda (IR) de pessoas físicas em 2020. Com a alteração, o limite de envio fica para o dia 30 de junho. A antiga data exigia a entrega até o dia 30 de abril.

A medida foi anunciada em uma coletiva de imprensa na última quarta-feira (01). A decisão foi tomada em virtude das medidas de contenção do novo coronavírus.

O secretário especial da Receita Federal, José Barroso Tostes Neto, esclareceu que muitos contribuintes relataram que terão dificuldades em realizar a declaração ao mesmo tempo que respeitam a quarentena. Segundo o secretário, é plausível que a pessoa não consiga ter acesso a alguns documentos importantes que estão em seu escritório ou na empresa que trabalha, que podem estar fechadas nos próximos meses.

Outra mudança é no prazo de entrega das restituições. O primeiro lote estava marcado para 29 de maio, mas isso terá de mudar porque nesta data ainda será o período de entrega, em razão deste adiamento anunciado.

O que não muda, é a preferência de quem vai receber a restituição. Quem entrega a declaração primeiro tem maiores chances de recebê-la.

Na semana passada, a Receita Federal também havia adiado a entrega do Imposto de Renda de MEIs (microempreendedores individuais) e empresas no regime de Simples Nacional.

 

Brasil de Fato

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *