Fátima participa do lançamento do Plano Nacional de Imunização e cobra um calendário para início das ações

Governadora pediu celeridade para o início do processo de vacinação.

A governadora do Estado, Fátima Bezerra participou nesta quarta-feira (16), da solenidade no Palácio do Planalto, para a apresentação pelo Governo Federal do Plano Nacional de Operacionalização da Vacina Contra o Covid-19. “Neste momento, quando temos crescimento da pandemia em todo o país, se faz necessário celeridade na execução do Plano Nacional de Imunização. Toda a luta que vínhamos fazendo para que o Governo Federal assumisse a coordenação plena do Plano teve eco e hoje o Planalto assume formalmente perante o país que vai coordenar a imunização, em parceria com estados e municípios”.

A governadora, considerou positivo o fato do Governo Federal anunciar a aquisição de todas as vacinas que tenham o respaldo técnico e científico da Anvisa e da edição de uma Medida Provisória para garantir recursos à logística de distribuição e armazenamento, entretanto, registrou que sentiu a ausência de um calendário e de um cronograma para a vacinação. “Faltou algo muito importante, o calendário, as datas. Repito, precisamos ter celeridade para o início do processo de vacinação no Brasil”

O ministro da saúde, Eduardo Pazuello disse que as vacinas adquiridas serão repassadas aos estados que irão distribuir aos municípios. Os municípios serão os responsáveis pela aplicação. Pazuello informou que o Governo Federal vai comprar vacinas aos laboratórios produtores que forem aprovados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Além das vacinas, também estão sendo adquiridos agulhas, seringas e equipamentos de refrigeração para conservação das vacinas.

O ministro afirmou que a partir desta quinta-feira (17), o Ministério da Defesa, através dos Comandos Regionais das Forças Armadas, iniciará os contatos com os estados para a execução do Plano. Segundo Pazuello o Governo Federal negociou a aquisição de 300 milhões de doses da vacina. “Estamos no caminho certo para estabilizar o país com a vacina”, explicou. O Governo Federal anunciou ainda a liberação ainda esta semana, através de Medida Provisória, R$ 20 bilhões para a distribuição e conservação das vacinas.