ENTREVISTA – Allyson Bezerra

Allyson Leandro Bezerra Silva é o novo prefeito de Mossoró. Tem 28 anos, filho de José Américo e de Maria das Neves. Criado no Sítio Chafariz, na zona rural de Mossoró, é Técnico em Edificações no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do RN (IFRN) Campus Mossoró, engenheiro civil formado na Universidade Federal Rural do Semiárido (UFERSA) e tem mestrado em Manejo de Solo e Água na UFERSA. Concursado da UFERSA.

Prefeito eleito de Mossoró com 65.297 votos, Alysson respondeu à entrevista deste domingo do jornal O Mossoroense.

 

O Mossoroense: Você derrotou Rosalba Ciarlini, que nunca havia perdido uma eleição em 32 anos. A que atribui essa vitória?

Allyson Bezerra: A nossa vitória mostra o real sentimento que encontramos nas ruas ao longo desta campanha que é o sentimento de mudança. A população de Mossoró, de forma histórica, decidiu mudar os rumos da cidade através de um projeto político moderno, sério e que tem como principal objetivo a melhoria de vida dos mossoroenses. Nossa chegada à Prefeitura representa a chegada do povo ao Palácio da Resistência.

 

OM: Rosalba afirma que está deixando a casa arrumada. É verdade?

AB: O que se vê nas ruas e o que a própria população relata é a falta de serviços públicos básicos. Uma situação totalmente crítica de desorganização.

 

OM: Seguidamente, gestores municipais têm se aproveitado dos fundos da Previ para socorrer os cofres do município. Como sua administração agirá quanto a esse expediente?

AB: Todos os trâmites serão legais e feitos de acordo com as normas.

 

OM: Os servidores públicos estão há quatro anos com um único reajuste salarial, feito em 2019, ainda assim, abaixo dos índices da inflação. O que eles podem esperar no seu governo?

AB: A nossa gestão terá como compromisso o diálogo e principalmente a valorização do servidor público. A partir de 2021, a Prefeitura de Mossoró estará de portas abertas para os servidores públicos, bem como para a toda a população. Faremos a gestão do diálogo.

 

OM: Na campanha, você foi diversas vezes comparado ao ex-prefeito Francisco José da Silveira Júnior. A comparação incomoda? Avalie, por favor, a gestão dele.

AB: Quem pode ser comparado ao ex-prefeito é quem apoiou ele de forma velada para ser prefeito, apoiou para ser presidente da Câmara ou participou do governo dele. Eu não tenho a mínima relação e nunca tive com a gestão dele.

 

OM: Silveira foi de fato um de seus apoiadores?

AB: Eu não tenho a mínima relação e nunca tive com a gestão do ex-prefeito.

 

OM: Como pretende compor o quadro de assessores? Perfil técnico ou político? O secretariado está definido?

AB: Estamos avaliando nomes e perfis. Pretendo anunciar até o mês seguinte. Será uma equipe técnica, preparada para solucionar os problemas vividos pelos mossoroenses.

 

OM: A equipe de transição já fez os primeiros contatos com o atual governo?

AB: Estou concluindo a formação da equipe de transição e no início da semana será apresentada oficialmente.

 

OM: O que dizer da Câmara Municipal de maioria oposicionista? Haverá esforços para reverter esse quadro?

AB: Acredito no espírito público dos vereadores de aprovar todos os projetos de interesse do povo de Mossoró. Vamos trabalhar juntos para isso.

 

OM: O Executivo vai interferir na escolha do presidente do Legislativo?

AB: Quem escolhe o presidente são os 23 vereadores. Somente eles têm voto na escolha.

 

OM: Há planos para o enfrentamento da Covid-19 e para os reflexos sociais da pandemia?

AB: Vamos ter ações de governo para atender essa nova realidade.

 

OM: Qual será o foco da administração Alysson Bezerra?

AB: Faremos uma gestão voltada para o povo de Mossoró. Vamos somar esforços e trabalhar arduamente para resolver os problemas da nossa cidade e melhorar a vida das famílias mossoroenses.