Eleitores podem regularizar título pela internet; para votar em 2020 prazo é dia 06

Devido às medidas de isolamento social, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) liberou uma plataforma digital para que os cidadãos regularizem seus títulos de eleitor sem sair de casa.

O serviço online também atende aqueles que vão requerer a primeira via do título (alistamento), realizar transferência de município ou alteração de dados pessoais e local de votação.

Para votar nas Eleições de 2020, o eleitor deve normalizar sua situação até o dia 6 de maio (151 dias antes do pleito). A data também marca o prazo para emissão do título, alteração de dados cadastrais e transferência do domicílio eleitoral.

Documentos necessários

  • Documento oficial de identidade com foto (frente e verso);
  • Comprovante de residência;
  • Comprovante de pagamento de débito com a Justiça Eleitoral (quando houver débito);
  • Para os homens que vão realizar o título pela primeira vez, é necessário o comprovante de quitação do serviço militar (exigência a partir de 30 de junho do ano em que tiver completado 18 anos e até 31 de dezembro do ano em que completar 45 anos)

 

Também é necessário tirar uma selfie segurando seu documento de identidade

:: Renda emergencial: mais de 13 mi tiveram benefício negado e terão que pedir novamente ::

Além de ficar impedido de votar, o cidadão que teve o título cancelado fica impedido de tirar passaporte, tomar posse em cargos públicos, fazer matrícula em universidades públicas, entre outras restrições.

Brasil de Fato

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *