DESEMBARGADOR JOÃO DIONÍSIO FILGUEIRA – Wilson Bezerra

Diz a história relatada por ilustres figuras, a exemplo do professor Raimundo Nonato, se reportando a uma ilustração no jornal O Mossoroense de março de 1904, que mais um ilustre mossoronse, de família nobre, deixou a terra de Santa Luzia e partiu para o Oriente eterno. Desta feita foi o desembargador João Dioniso Filgueira, que veio a falecer na capital do Estado, onde se encontrava, em 14 de abril de 1947.

No trajeto de sua vida o desembargador Dionísio Filgueira exerceu muitas atividades públicas e jurídicas, na condição de magistrado, até os 80 anos de idade, deixando uma lastra parcela de amigos e admiradores.

O  saudoso João Dionísio Filgueira viveu por mais de  quarenta anos na vida política, como governador, chefe de policia, secretário geral, algumas vezes Interventor Federal no Estado.

Filho do proprietário agrícola e capitão Antônio Filgueira Secundes e dona Maria Emília Filgueira, nascido em pleno centro da cidade de Mossoró no dia nove de outubro de 1868, neto do Alferes Manoel Nogueira de Lucena, como diz a própria história, por sua filha Germana de Góis Nogueira, tronco da família dos Camboas, segundo consta dos arquivos de Raibrito.

O desembargador Dionísio Filgueira iniciou seus estudos em Mossoró em colégios públicos, quando em janeiro de 1881 seguiu para o Recife, ali internado em colégio primário e preparatório, à Rua Imperatriz, saindo em 1884, com todos os cursos concluídos, direto para a Faculdade de Direito, ingressando em 1885, recebendo o grau de bacharel em Ciências Jurídicas em 22 de novembro de 1889.

Sua primeira atividade depois de formado foi a nomeação como promotor público da Comarca de Santana do Matos, posteriormente nomeado juiz municipal de Triunfo, depois Augusto Severo.

Casou-se em segundas núpcias com dona Eliza Souto Filgueira e deixou, ao falecer, quatro rebentos que conviveram em terras mossoroenses e natalenses, entre os quais os irmãos Antônio Secundes e o major Francisco Romão Filgueira, peça destacável na história abolicionista de Mossoró.