Cosern recomenda cuidados com a rede elétrica nas obras de construção e reforma

Fim de ano e 13º salário chegando, muitas famílias planejam pequenas construções e reformas em seus imóveis. A intensificação da atividade nos canteiros de obras, no entanto, faz crescer os riscos de acidentes com a rede elétrica. Dados da Companhia Energética do Rio Grande do Norte (Cosern) demonstram que cerca de 45% dos acidentes envolvendo energia elétrica no Estado ocorrem em obras realizadas próximas à fiação.

”A maioria dos casos é registrada em pequenas reformas e reparos executados de maneira inadvertida e não segura”, observa o gerente corporativo de Saúde e Segurança do Grupo Neoenergia, Hugo Vidal. Para alertar a população contra esse tipo de acidente, a Cosern chama a atenção para ações preventivas e cuidados que devem ser adotados na hora de construir ou reformar.

A maioria dos casos seria evitada se fossem obedecidas algumas atitudes seguras e cumpridas normas básicas de prevenção. “A atuação de profissionais qualificados nessas obras e reformas, além do respeito às distâncias de segurança para a rede da distribuidora e do uso de equipamentos de proteção individual e coletivo, poderão reduzir os riscos”, adverte.

Ele observa que “evitar acessos e contatos indevidos com os fios elétricos é a primeira das regras de segurança e, invariavelmente, a mais negligenciada”. A aproximação das obras da rede elétrica, ainda de acordo com o gerente, somadas à falta de atenção, o desconhecimento dos perigos e o manuseio inadequado das ferramentas podem ser fatais, caso haja contato do trabalhador com a rede energizada.
Antes de começar a obra, é imprescindível observar a distância da fiação elétrica e respeitar os limites. Paredes, janelas e sacadas não devem ser construídas a menos de 1 metro da rede de baixa tensão. Mesmo construindo distante dos fios, ao manusear arames, réguas de alumínio, vergalhões de ferro ou outros materiais metálicos, o cuidado é para não incliná-los, evitando assim, o toque eventual na rede elétrica.

As obras em lajes ou no segundo e terceiro pavimentos exigem ainda mais prudência, porque ficam mais próximas da rede de média tensão. A Cosern lembra que na parte alta dos postes estão as linhas de 13,8 mil Volts ou mais. A aproximação dessa fiação é suficiente para provocar uma descarga elétrica de alta intensidade que pode causar queimaduras graves e até mutilações e morte.

A mesma recomendação vale para construção e reforma de telhados. O manejo de treliças, madeiras, telhas e calhas deve ser feito a uma distância segura dos cabos de energia. Assim como esses, outros serviços como pintura de fachadas, instalação de painéis e trabalhos em andaimes devem seguir a mesma regra: sempre manter distância da rede de distribuição elétrica.

ANTENAS – A Cosern adverte: só instale antenas de rádio e TV longe da rede elétrica. Os suportes dessas antenas geralmente são de metal e, por isso, bons condutores de eletricidade. Durante a instalação, deve-se ter o cuidado a movimentá-los ou incliná-los, sob o risco de atingir cabos energizados. Não se deve fazer a instalação ou remoção das antenas em dias de chuva e, caso ela caia em direção à rede elétrica, nunca tente segurá-la.