CORONEL MAURILIO PINTO DE MEDEIROS – Wilson Bezerra

Este é o nome do homem conhecido até como uma figura lendária, considerado o mais famoso dos militares do Rio Grande do Norte. Seu nome conhecido além-fronteiras do estado, não só versado como respeitado.

Nosso estimado irmão e amigo subtenente Pontes, de quem desfrutávamos grande amizade, ele, quando falava sobre ação policial, tinha a honra de bem frisar o nome do coronel Maurilio  com toda honra e respeito.

Segundo nos consta pelos relatos históricos, sua bravura vem de longos caminhos uma herança de seu pai, o também coronel Bento Manoel de Medeiros, o seridoense da cidade de Acari, que durante muitos anos combateu a bandidagem na região e os pistoleiros impiedosos que dominavam todo sertão.

O coronel Bento Manoel de Medeiros, seu pai, foi assassinado por um vizinho seu de propriedade, por conta de um cavalo que foi pego em suas terras destruindo a plantação, daí gerando a desavença que culminou com seu assassinato, mas que vingada sua morte, principalmente pelo filho, o mais velho, Sebastião.

Já o coronel Maurilio Pinto de Medeiros, como herdeiro da valentia de seu pai Bento, se tornou no estado do Rio Grande do Norte a figura número um no combate aos bandidos e pistoleiros que afetavam a paz na região por seus crimes, os mais renhidos possíveis.

O coronel Maurílio Pinto, o filho de Bento Manoel, foi a bandeira da ordem pública no Rio Grande do Norte. Exerceu as funções de delegado, coordenador geral da Policia Civil, além de chefe da Polinter por muitos anos, deixando um legado ao povo conterrâneo que o perpetuou como homem em defesa da ordem social e politica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *