Home / Destaques / Coronavírus: Pequim ordena quarentena de 14 dias aos que retornam ao país
Foto BBC
Foto BBC

Coronavírus: Pequim ordena quarentena de 14 dias aos que retornam ao país

Pequim, com população superior a 20 milhões de habitantes,  determinou que todos que retornarem à cidade permaneçam em quarentena por 14 dias, ou serão punidospelo governo. A estratégia faz parte da última tentativa de conter o novo e mortal coronavírus, informou a mídia estatal.

Os moradores foram instruídos a “se auto-colocarem em quarentena ou irem a locais designados para colocar em quarentena” depois de retornar à capital chinesa de férias.

A medida surgiu quando o Egito confirmou o primeiro caso de coronavírus na África.
Mais de 1.300 pessoas morreram do vírus, que se originou na cidade de Wuhan.

O aviso divulgado na sexta-feira pelo grupo de trabalho sobre prevenção de vírus de Pequim quando os moradores retornaram do Ano Novo Lunar em outras partes da China.

O feriado foi estendido este ano para ajudar a conter o surto.

Na China, mais de 63.000 pessoas foram infectadas pelo vírus e 1.381 morreram.

Fora da China continental, mais de 500 casos foram registrados em 24 países, com três mortes, em Hong Kong, nas Filipinas e no Japão.

Uma missão da Organização Mundial da Saúde (OMS) na China começará trabalho de investigação de surtos neste fim de semana, concentrando-se em como o vírus – oficialmente chamado Covid-19 – está se espalhando, como também sua gravidade, disse o diretor Tedros Adhanom Ghebreyesus.

A missão, inclui especialistas internacionais e também analisará como e quando mais de 1.700 profissionais de saúde contraíram o vírus.

A equipe é composta por 12 membros internacionais e 12 profissionais chineses. “Será dada especial atenção à compreensão da transmissão do vírus, da gravidade da doença e do impacto das medidas de resposta em andamento”, disse Mike Ryan, diretor executivo do programa de emergências em saúde da OMS.

Fonte BBC News