Dois ônibus da caravana do ex-presidente foram atingidos por disparos. Ninguém foi ferido.

Comitiva de Lula sofre ataque a tiros no Paraná

A comitiva do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva sofreu um ataque a tiros na noite da terça-feira, 27 de março, no Paraná. Dois ônibus da caravana foram atingidos por disparos de pistola 380 e de outro calibre menor. Além dos tiros, também foi jogada uma pedra em um dos veículos. Ninguém foi ferido.

O ataque aconteceu na cidade de Laranjeiras do Sul. O delegado responsável, Fabiano Oliveira, informou que o caso será tratado como tentativa de homicídio.

Um dos veículos atingidos levava jornalistas brasileiros e estrangeiros convidados pela comitiva e recebeu dois tiros na lataria e ainda apresentava uma marca de pedrada no vidro. O segundo ônibus atingido transportava parlamentares e convidados, e apresenta uma marca de tiro pouco abaixo das janelas.

Lula e a presidente nacional do Partido dos Trabalhadores (PT), a senadora Gleisi Hoffman estavam em um terceiro ônibus, que não foi atingido.

Nas redes sociais, o ex-presidente Lula se pronunciou sobre o episódio:

 

 

O PT registrou boletim de ocorrência e pediu perícia nos veículos, o que ainda não há prazo para conclusão.