O Comitê esclareceu que trata-se de uma "medida interina" com a qual pretende "preservar os direitos" do ex-mandatário.

Comitê de Direitos Humanos da ONU defende candidatura de Lula à Presidência

O Comitê de Direitos Humanos da ONU (Organização das Nações Unidas) pediu nesta sexta-feira ao Brasil que tome todas as medidas convenientes para que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva possa exercer seus direitos políticos, mesmo preso, como candidato à Presidência nas eleições de outubro.

“Isto inclui ter um acesso apropriado aos meios de comunicação e aos membros de seu partido político”, disse em uma nota esse órgão das Nações Unidas, que supervisiona os Estados no cumprimento da Convenção Internacional de Direitos Civis e Políticos.

O Comitê esclareceu que trata-se de uma “medida interina” com a qual pretende “preservar os direitos” do ex-mandatário.