Banido do Twitter, Trump usa conta presidencial e posts são apagados

Após ser banido permanentemente do Twitter, o presidente americano Donald Trump usou a conta presidencial —denominada @POTUS— para escrever aos seguidores sobre uma plataforma alternativa. Porém, as mensagens foram imediatamente deletadas pela própria plataforma.

O Twitter confirmou à rede de TV CNN que apagou os quatro posts publicados por Trump. “Como dissemos, usar outra conta para tentar escapar de uma suspensão é contra nossas regras”, disse um porta-voz do Twitter à CNN norte-americana.

“Tomamos medidas para garantir isso em relação aos tweets recentes da conta @POTUS. Para contas governamentais, como @POTUS e @WhiteHouse, não suspenderemos essas contas permanentemente, mas tomaremos medidas para limitar seu uso”, avisou, em seguida.

Conta @POTUS – President of the United States of America | Imagem: reprodução/Twitter

Nas mensagens que foram deletadas, Trump dizia aos seus seguidores sobre a migração para plataformas alternativas e que ele e os seus apoiadores não seriam calados.

“Estamos negociando com vários outros sites e teremos um grande anúncio em breve. Enquanto também olhamos para as possibilidades de construir nossa própria plataforma em um futuro próximo. Não seremos silenciados”, escreveu ele.

Mais cedo, o próprio Twitter anunciou a suspensão permanente de Trump em função de postagens recentes do presidente relacionadas à invasão de seus apoiadores ao Congresso americano.

“Após criteriosa análise dos tweets recentes da conta do presidente Donald Trump e o contexto em torno deles, suspendemos permanentemente seu perfil diante do risco de mais incitações à violência”, escreveu o Twitter.

A conta de Trump já havia sido bloqueada por 12 horas após ele utilizar as redes para comentar as manifestações em Washington DC. O presidente americano também foi banido de outras redes sociais, como Facebook e Instagram, por acusar, sem provas, a eleição do país de ter sido fraudada.

Tilt – UOL