Apesar de proibição, EUA continuarão a enviar hidroxicloroquina ao Brasil

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta segunda-feira 15 que o país enviará mais doses de hidroxicloroquina ao Brasil, apesar de uma agência do governo americano ter revogado sua autorização para que o fármaco seja usado no tratamento da Covid-19.

Trump fez a declaração na Casa Branca em uma mesa de debate com vários funcionários do governo chamada “Lutando pelos Sêniores da América”. Questionado por uma jornalista se os Estados Unidos continuariam a enviar hidroxicloroquina para o Brasil e outros países, ele respondeu afirmativamente.

“Sim, eles pediram, e nós vamos enviar. Não posso reclamar, eu tomei por duas semanas e aqui estamos”, afirmou. Trump acrescentou que não tinha conhecimento do relatório da Administração de Alimentos e Medicamentos (FDA), que hoje revogou sua autorização para o uso emergencial da hidroxicloroquina e da cloroquina contra a Covid-19, por considerar que provavelmente não são eficazes.

O FDA, órgão equivalente à Anvisa no Brasil, se baseou em estudos que mostram que não há evidências de que o uso via oral destes medicamentos sejam eficientes para tratar as complicações respiratórias da Covid-19.

Dirigindo-se ao Secretário de Saúde dos Estados Unidos Alex Azar, Trump disse não entender como isso era possível com tantas “pessoas felizes” com resultados da hidroxicloroquina. “Temos ótimas notícias vindas da França, da Espanha, de outros países”, disse o presidente americano.

Fonte: Veja