A incrível história da carta de Karlo Schneider para filha, Bárbara, ganha repercussão nacional

Vítima de Covid-19 em março deste ano aos 40 anos, o mossoroense Karlo Schneider é notícia hoje nos principais portais de notícia do Estado e do país, como o G1, do grupo Globo e UOL por conta de uma história inusitada e emocionante.

Fã dos Beatles e de brincadeiras como “caça ao tesouro” o músico, hoteleiro, colecionador escreveu uma carta (ou cartas) quando do nascimento de sua filha, Bárbara, há 14 anos, além de pedir a amigos que também fizessem o mesmo.

A intenção era realizar com a filha a tal “caça ao tesouro” quando ela completasse 15 anos, o que deverá acontecer no próximo ano, mas, Karlo foi vitimado pelo vírus, a sua coleção de Lps dos garotos de Liverpool também, juntamente com as cartas.

Passando por dificuldades durante a pandemia, o colecionador resolveu vender alguns dos seus discos entre sebos e colecionadores locais mas também de todo o Brasil, e com eles, lá se foram dentro de um deles as cartas para lugar incerto (até o momento).

Mas uma campanha encabeçada por uma amiga da família, Ulla Saraiva (@ullissima), já ultrapassou os limites territoriais de Mossoró e busca encontrar as cartas perdidas. “Como ele era uma pessoa divertida e gostava de tornar os momentos especiais, a gente está dizendo que essa é a última caça-ao-tesouro de Schneider, que ele deixou para amigos e família. Ele gostava de fazer as coisas especiais”. Diz.