Reflexões teológicas – Ricardo Alfredo

PENSAMENTO – Os que não gostam da política!

“Não há nada de errado com aqueles que não gostam de política, simplesmente serão governados por aqueles que gostam”. (Platão).

 

A RELAÇÃO POLÍTICA E A IGREJA

Todos que já leram ou mesmo conversaram comigo, sabem que sou um teólogo\jurista moderado. E mesmo assim, não podemos nos calar diante de tantos ataques infundados, a participação cristã na política. E nos últimos dias tenho percebido que as velhas táticas de guerras do inimigo de Deus, motivado pela crescente participação dos cristãos no processo político é caluniar, desprezar e tentar humilhar o voto cristão. Esqueceram que somos cidadãos desta nação, e que temos duas cidadanias, a terrena, por isso, podemos opinar, votar e ser votado e a celeste, a qual foi comprar com o sangue de Cristo.

Alguns despreparados, e se classificando como doutos, vem alegar que a igreja é um curral eleitoral, e dele alguns tiram vantagens. Estes ignoram a fé e desprezam o bom nome de Cristo, classificando a igreja como incultos, ingênuos e sem sabedoria. Os tais, não conhecem o povo de Deus, que é forte, sábio, preparados na fornalha da aflição, e mesmo assim, são dóceis, obedientes e fiéis.

Para vocês que alegam e tentam nos afligir com desprezo, dito cultural, vos apresento os grandes líderes políticos e tementes a Deus, aquilo que vocês nunca foram. Apóstolo Paulo, Davi, Salomão entre outros que serviam ao Rei universal em sabedoria e honestidade no mundo político.

Na vida pública ainda temos: José, filho de Jacó, que foi governador do Egito e Daniel, que também foi governador, porém na Babilônia. No entanto, as circunstâncias em que ocorreram esses episódios são totalmente excepcionais. E mesmo assim, estes foram verdadeiros instrumentos nas mãos de Deus.

Toda justiça de Deus está doutrinada nas sagradas letras, e a política é um assunto recorrente e deve ser tratada com muito cuidado no meio cristão. Visto que, em dezenas de décadas foi negligenciada e estereotipada.

A justa soberania de Deus, determinou algumas bases na sociedade civil e estas com sua autoridade, como: o Estado, a família, a Igreja, a cultura, a escola. Não há hierarquia entre essas bases, ou seja, uma não depende da outra para existir; mas elas ocupam tal posição que uma delimita a outra. Somente os que servem a Deus conhecem essas bases, adquiridas na sabedoria da oração.

Foi está mesma obediência e oração que levou os apóstolos Paulo e Pedro a escreverem carta aos romanos e a igreja, instruindo sobre a legitimidade e atuação das autoridades políticas. Escreveu o apóstolo: Os governantes são servidores da vontade Divina com o objetivo de promover o bem e suprimir o mal. Os governantes possuem autoridade para aplicar a justiça, retribuindo os bons e punindo infratores (Romanos 13:1-3; 1 Pedro 2:14).

Secularmente, é sabido que o estado e a igreja têm funções diferentes, porém, congruentes. E essa congruência vem da prática da justiça, da solidariedade, dos direitos dos excluídos, na partilha de bens, no poder como serviço aos que sofrem e no aprimoramento da convivência social. E neste percurso, tanto a igreja, como a política, é uma ferramenta de construção da sociedade de justiça e de liberdade.

Não podemos mais ficar calados. Temos que olhar essa questão de frente, pois se há corrupção, trapaça e desvios de conduta no meio político, se faz necessário que a luz resplandeça nas trevas e essa tarefa… é nossa.

 

REFLEXÃO DO DIA – A esperança                         

Profeta Isaías – Mas aqueles que esperam no Senhor renovarão suas forças; eles subirão com asas como águias; eles correrão e não se cansarão; eles devem andar e não desmaiar. (Isaías 40:31)

Apóstolo Paulo – Alegrem-se na esperança, sejam pacientes nas tribulações, sejam constantes na oração. (Romanos 12:12)

Apóstolo Pedro – Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo! De acordo com sua grande misericórdia, ele nos fez nascer de novo para uma esperança viva por meio da ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos. (1 Pedro 1: 3).

 

ANIVERSARIANTES DA ACJUS – Academia de Ciências Jurídicas e Socais de Mossoró

Neste mês de janeiro de 2021, temos três aniversariantes: Gluaber Pessoa (06), Disraelli Davi e Osvaldo Márcio (09). Parabéns aos confrades.

 

SUGESTÃO DE LINKS PARA PESQUISA

1- saraudasletras.com.br

2- https://saraudasletras.com.br/wp-content/uploads/2021/01/ISSUU-PDF

 

AMOL – Academia Mossoroense de Letras

 

A AMOL está em plena atividade logística para dar posse aos novos membros eleitos da Academia. À frente da equipe está o imortal Filemom Rodrigues; vice-presidente, Taniamá, secretária de eventos; o secretário-geral Almir Nogueira; o tesoureiro Ricardo Alfredo e o presidente Helder Heronildes.

 

 

 

PAINÉIS TEMÁTICOS DAS ACADEMIAS (ACJUS e ALAM)

 

ENSINAMENTOS – o significado de YHWH? יהוה (Deus)

O nome YHWH  (Deus)יהוה é uma forma imperfeita do radical היה (hayah — que significa ser, existir, estar, acontecer, tornar-se, haver; ter, possuir / Ele é presente) que é um verbo hifil (esse tronco de verbos no hebraico são causativos — o sujeito provoca a ação em alguém). Sendo assim, o YHWH é um nome que causa a existência, ou seja, é Ele quem causa a ação.

Aquele que causa a chuva, o raio, a vida, a queda

Aquele que sopra, sustém, mantém, estabelece

Aquele que causa o ser do que é, acontece, existe

יהוה é a origem e a causa da existência de todas as coisas.

 

VIGÍLIA – chamada a oração

Com o tema ligado ao livro de “Atos dos Apóstolos”, a chamada para a oração, é no momento certo, visto que temos um país dividido politicamente, ou seja, polarizado, o que vem prejudicando diversas tomadas de decisão. Oremos pelo Brasil.

 

PERSONALIDADES – Marcos Araújo e Wellington Barreto

Fizeram e fazem, história em Mossoró e no país. São personalidades que ao longo de suas trajetórias venceram pela fé e pela inteligência. Nossos irmãos, Marcos Araújo e Wellington Barreto. Temos a honram de tê-los como nossos confrades. Que Deus os abençoe, nesta caminhada de amor ao próximo.

 

CONSOLO DE DEUS EM DIAS DE CRISE

“Pois eu sei os planos que tenho para vocês”, declara o Senhor, “planos para prosperá-los e não prejudicá-los, planos para lhes dar esperança e um futuro” (Jeremias 29:11).

A passagem bíblica do livro do profeta Jeremias é uma revelação profunda e abrangente do amor de Deus. Está passagem é popular no mundo cristão, e em todos os momentos de crise, nos apegamos a ela. Ela é um refrigério quando enfrentamos diversos problemas na vida e buscamos refúgio nas asas de Deus.

Em qualquer momento da vida, a Bíblia é o consolo para o desamparado, para o triste de coração e para o injustiçado, visto que ela aberta, é a voz profética do altíssimo Rei lhe comunicado o seu amor incondicional.

 

EVANGÉLICOS SE UNEM EM APOIO AO NOME DO MINISTRO DA JUSTIÇA PARA NOVA VAGA NO STF

A indicação do sucessor do ministro Marco Aurélio Mello no Supremo Tribunal Federal (STF) está sendo debatida intensamente entre as lideranças evangélicas e integrantes da bancada que representa o segmento no Congresso Nacional. O nome do atual ministro da Justiça e Segurança Pública, pastor André Mendonça, surge como favorito. (Gospel Mais).

 

A MEDIDA CERTA DO PODER

Na geração da informação, precisamos urgente limitar o poder do estado e consequentemente dos políticos. E é necessário que acordemos e passemos a exigir a eficiência das funções públicas. onde as decisões sejam em benefício do povo e não para uma casta dominante.

O que temos acompanhado, em plena pandemia, é grupos, defendendo seu próprio interesse. E a guerrinha de informações desencontradas vem se alastram como caminho de pólvora. E povo, mero detalhe, ficam jogados ao deus dará.

Já a política, tem como objetivo nesta calamidade, mostrar quem manda mais, quem pode mais, quem sabe mais, e a nação descendo cada vez mais ao fundo do poço, que parece, não tem fim.

Temos um congresso ineficiente, políticos mal intencionados, desvios de conduta, corrupção em todos os graus, e a malicia da guerra pelo poder.

Na justiça temos uns poucos, que ainda teme a Deus, e trabalham pelo povo e pelas liberdades. Porém, alguns em altos cargos do poder, que foram apenas indicados politicamente, e não por competência, buscam cada vez mais destruir a nação e escravizar o povo brasileiro. É lamentável, vamos orar por esse país, e levar o Evangelho de Cristo que limpará estas alcovas.

O poder é do povo, que sempre se ver humilhado, abandonado e desprezado. E é apenas lembrando no período eleitoral ou para ser serviçal, destes que sugam a nação.

No artigo 1º da CF/88 e clara em seu parágrafo único: Todo o poder emana do povo… nos termos desta Constituição. Todavia o que temos é altos salários, desvios, saúde em caos, roubalheira e maldade.

O governo só tem olhos para o governo, assim como o Congresso e o Judiciário, e ninguém se preocupa de verdade com o povo. Pobre povo brasileiro, que vive a mendigar nas esquinas da vida!

Certamente, o amigo leitor já percebeu, que o país precisa de uma única reforma, ser uma democracia de verdade, e não uma ilusão para manter os prazeres de viver apenas das três castas dominantes, políticos, judiciário e as oligarquias.

 

REFLEXÕES

Percebi que o tempo se roei de ciúmes, já que ele descobriu que adormece as paixões, e eu… desperto! Ele aprisiona, e eu… liberto!  (Escritor: Ricardo Alfredo).