Notas da Redação

ELEIÇÕES

O Senado votou, ontem a PEC 18/2020 que adia eleições municipais, devido à pandemia de Covid-19, com realização do primeiro turno no dia 15 de novembro e o segundo turno no dia 29 do mesmo mês.

CAUTELA

O projeto também prevê que, caso as condições sanitárias por causa da Covid-19 não permitirem realizar as eleições nesses dias, o TSE poderá alterar as datas até o dia 27 de dezembro.

MANDATOS

Com a previsão das eleições ainda para este ano, fica garantido o período dos atuais mandatos. A data da posse dos eleitos também permanece inalterada. Prefeito, vice-prefeito e vereadores têm mandato de quatro anos e tomam posse em 1º de janeiro.

VICE

O grupo da prefeita Rosalba Ciarlini poderá escolher a agrônoma Anne Katherine de Holanda Bezerra Rosado, casada com o deputado Beto Rosado, como candidata a vice-prefeita nas eleições de 2020.

NAYARA

Apesar das especulações, não está de todo descartada a possibilidade de repetição da chapa que venceu as últimas eleições municipais, com a manutenção da atual vice-prefeita, Nayara Gadelha, candidata à reeleição como vice-prefeita.

VEREADOR

Com a demissão do cargo de secretário de Esportes de Natal, o vereador João Gentil retornou a Mossoró e já reassumiu o cargo na Câmara Municipal de Mossoró. Assim, o suplente Naldo Feitosa também foi afastado do cargo.

MINISTRO

O ministro Rogério Marinho chegou ontem à Natal. Hoje, tem agenda com a governadora Fátima Bezerra e o prefeito Álvaro Dias. Depois, visita Caicó e Jucurutu, com passagem pela Barragem Oiticica e Passagem das Traíras.

ARBOVIROSES

Além da ameaça de contaminação pelo Covid-19, a população mossoroense convive com outros três tipos de viroses, A dengue, Zika e Chikungunya, diagnosticados com frequência nas Unidades Básicas de Saúde.

TOMBA

O deputado estadual Tomba Farias (PSDB), cobra da governadora Fátima Bezerra explicações sobre a compra de respiradores feita pelo RN, via Consórcio Nordeste e que, até o momento, não foram entregues.

CASSAÇÃO

Por maioria, o Tribunal Superior Eleitoral rejeitou ação do partido dos trabalhadores que pedia a cassação dos mandatos do presidente Jair Bolsonaro e do seu vice, Hamilton Mourão.

WEINTRAUB

Perdendo a condição de ministro, Abraham Weintraub deixou de ter foro privilegiado. Por esse motivo, o ministro Celso de Mello, do STF, encaminhou para a primeira instância de Justiça processo contra o ex-ministro que apura crime de racismo.

OITIVA24

A Polícia Federal comunicou ao STF que “nos próximos dias torna-se necessária a oitiva” do presidente Jair Bolsonaro, sobre as suspeitas de interferências indevidas na corporação, como revelou o ex-ministro Sérgio Moro.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *