terça-feira , 22 de outubro de 2019
Home / Cotidiano / Ufersa marca Dia da Árvore com distribuição de mudas no Vingt Rosado
Ufersa - mudas

Ufersa marca Dia da Árvore com distribuição de mudas no Vingt Rosado

Antecipando as comemorações pelo Dia da Árvore, comemorado neste sábado, 21 de setembro, a Universidade Federal Rural do Semi-Árido, por meio do Projeto de Extensão Meu Bairro Arborizado, realizou na manhã desta sexta-feira, 20, distribuição de 200 mudas, entre nativas e frutíferas, no Conjunto Vingt Rosado, em Mossoró. “É uma forma de conscientizar a população sobre a importância do cultivo e da preservação desse recurso natural que é de grande importância para o planeta”, afirmou o coordenador do Setor de Mudas da Ufersa, o engenheiro agrônomo Giorgio Mendes. O Dia da Árvore antecede o início da primavera no hemisfério sul.

Valdecia Dantas, aprovou a iniciativa/Foto: Passos Júnior
Além das mudas, os moradores do Vingt Rosado receberam um folheto explicativo sobre a importância das árvores que são um símbolo da natureza, exercendo muitas funções benéficas como, por exemplo, regulam a temperatura e o clima; evitam erosão e desgaste dos solos; produzem oxigênio; retém a água da chuva evitando secas e inundações; fornece sobra e protege contra ventos, além de produzir frutos que alimentam os homens e animais. “Trazemos como mensagem a ideia de que se cada um cultivar uma árvore faremos a diferença em nossa cidade que está localizada numa região do semiárido com o clima muito quente”, afirmou Giorgio. O folheto também traz dicas importantes para o cultivo das plantas como o melhor horário para o transplante da muda para o solo, a profundidade da cova, os tipos de adubos e como regá-las.

Tendo o cultivo de plantas como uma terapia, a moradora Valdecia Dantas, aprovou a iniciativa da Ufersa. “É um projeto muito interessante ao promover a educação ambiental incentivando a arborização que só traz benefícios, além da conscientização da população para que o nosso bairro fique cada vez mais arborizado, amenizando, desta forma, o clima que aqui é muito quente”, opinou, ao levar duas mudas: craibeira (nativa) e pinha (frutífera). Também considerando uma ação importante em defesa da natureza, o senhor Josemar da Silva optou em levar duas mudas frutíferas – goiaba e caju – para plantar no quintal de casa. E a adolescente Dandara Brito pegou uma muda de pinha e garantiu todo cuidado para com a planta.

Ufersa/Assecom