terça-feira , 22 de outubro de 2019
Home / Brasil / Rio prorroga vacinação contra gripe por não atingir meta
Dia D de vacinação contra a gripe no Leme, na zona sul do Rio de Janeiro.
Dia D de vacinação contra a gripe no Leme, na zona sul do Rio de Janeiro.

Rio prorroga vacinação contra gripe por não atingir meta

Agência Brasil  Rio de Janeiro

Por não atingir a meta de imunização estabelecida pelo Ministério da Saúde, a Secretaria de Saúde do Rio prorrogou o prazo de vacinação contra a gripe nos 92 municípios fluminenses. Inicialmente programada para ser encerrada no dia 31 de maio, a campanha foi estendida até 15 de junho. A meta é atingir uma cobertura vacinal de 90% do público-alvo.No estado, foram imunizados 2,6 milhões de pessoas, o que corresponde a 54,5% de cobertura. A expectativa da secretaria é vacinar 4,9 milhões de pessoas.A Superintendência de Vigilância Epidemiológica informou que foram notificados, em 2019, 77 casos, com 18 mortes. Em 2018, foram notificados 233 casos de influenza, com 30 mortes. A vacina é importante porque ao receber a dose a pessoa fica imunizada contra três vírus da doença, inclusive o H1N1.

Público-alvo

Crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade, idosos, gestantes e mães com até 45 dias após o parto formam o público-alvo. A vacina está disponível também a jovens de 12 a 21 anos de idade sob medida socioeducativa e população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional e pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições especiais, independentemente da idade.

A vacina está sendo ofertada ainda aos professores das escolas públicas e privadas, além de policiais civis, militares, bombeiros e integrantes ativos das Forças Armadas.