segunda-feira , 23 de outubro de 2017
Home / Destaques / Projeto de Larissa reconhece de utilidade social e econômica a atividade salineira no Estado
(Foto: Ciasal).
(Foto: Ciasal).

Projeto de Larissa reconhece de utilidade social e econômica a atividade salineira no Estado

A deputada estadual Larissa Rosado (PSB) apresentou Projeto de Lei na Assembleia Legislativa que reconhece de utilidade social e econômica a atividade de extração e beneficiamento do sal no Rio Grande do Norte. De acordo com o documento, caberá ao Poder Executivo a regulamentação da Lei, num prazo de 90 dias a contar da data de sua publicação.

Em sua justificativa, a parlamentar destacou o Rio Grande do Norte como um dos principais polos da extração de sal marinho no país, constituindo-se a região Oeste o principal centro de produção e beneficiamento desse produto no Estado. “A atividade salineira envolve uma vasta cadeia de serviços, principalmente nas cidades do litoral norte do estado, mais especificamente, nos municípios de Mossoró, Macau, Areia Branca, Galinhos, Grossos, Porto do Mangue e Guamaré”, acentua.

Segundo dados do Sistema FIERN, do ponto de vista econômico, o sal marinho situa-se como o segundo produto de maior peso na pauta de exportações do Estado, movimentando entre janeiro e junho de 2017 U$$ 12.968 (doze milhões novecentos e sessenta e oito mil dólares) o que ressalta a relevância da atividade de extração e beneficiamento do sal para o Rio Grande do Norte.

“Estima-se que são gerados cerca e 15 mil empregos diretos e 70 mil indiretos, movimentando de forma significativa a economia das cidades produtoras, e torna a atividade de extrema relevância não só para a pauta de exportação do Estado, mas, para o desenvolvimento econômico e social de toda a região”, afirma Larissa Rosado.

A aprovação do Projeto na Assembleia Legislativa faz parte de uma luta em parceria com o setor salineiro, com objetivo de sensibilizar os Governos do Estado e Federal no sentido de mostrar a importância econômica e social do sal para todo o país.

O próximo passo, de acordo com Larissa Rosado é visitar a bancada federal do RN para fortalecer o entendimento da importância do sal para o Brasil e entregar relatório ao Governo Federal com objetivo de que haja um decreto transformando o sal de interesse social.