Diaconia pretende construir 100 cisternas até março nos dois municípios

Programa Um Milhão de Cisternas inicia etapa em Encanto e São Miguel

 

O ano começa com boas notícias para agricultores e agricultoras do Rio Grande do Norte. Nesta quarta-feira, 06, a Diaconia deu início às atividades do Programa Um Milhão de Cisternas (P1MC) na região do Alto Oeste Potiguar, onde 900 famílias rurais serão contempladas com a tecnologia social que capta e armazena água da chuva para o consumo humano.

Nesta primeira fase do cronograma, que segue até março, serão construídas 100 cisternas de 16 mil litros, sendo 70 no município de Encanto e 30 em São Miguel.

Nesta sexta-feira (08), as duas localidades sediarão reuniões para a formação da Comissão de Execução do P1MC. Os encontros acontecem no Sindicato dos Trabalhadores e das Trabalhadoras Rurais (STTR) dos respectivos municípios, a partir das 9h (Encanto) e das 14h (São Miguel).

“Com as comissões formadas, os próximos passos serão definir as comunidades beneficiadas e selecionar as famílias que serão contempladas com as cisternas”, explica o auxiliar técnico da Diaconia, Edson Silva.

Desde 2001, a Diaconia atua na execução do Programa Um Milhão de Cisternas no Oeste Potiguar. Nesse período, a entidade já instalou mais de nove mil cisternas em 31 municípios da região, além de promover diversas capacitações e mobilizações sociais e movimentar a economia local, especialmente com a compra de material para a construção das cisternas.

Além de Encanto e São Miguel, mais oito municípios potiguares também serão beneficiados pelo P1MC em 2016: Januário Cicco, Sítio Novo, Santo Antônio, Macaíba, João Câmara, Touros, Pureza e Alto dos Rodrigues.

A execução do Programa, nessas localidades, está sob a responsabilidade do Instituto para a Valorização da Cultura Camponesa no Semiárido Brasileiro e do Centro de Estudo e Assessoria Aplicados ao Desenvolvimento (CEAAD).