domingo , 17 de dezembro de 2017
Home / Cotidiano / Professores e estudantes desocupam reitoria da UERN
IMG_20171206_090658168

Professores e estudantes desocupam reitoria da UERN

Professores e estudantes desocuparam a reitoria da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) na manhã desta quarta-feira, 06 de dezembro. O grupo estava acampado no prédio desde a quarta-feira da semana passada, 29, em protesto contra a demissão dos professores temporários e contra os atrasos salariais.

Antes da saída do prédio, os professores e estudantes realizaram coletiva de imprensa, com a participação ainda do Vigário Geral da Diocese de Mossoró, Padre Flávio Augusto Forte Melo.

“É um absurdo que este Governo não consiga sequer apresentar um calendário de pagamento para os servidores, que estão angustiados sem saber sequer quando irão receber seus salários, com contas em atraso. Essa situação já se arrasta desde o ano passado e prejudica não só a economia, mas todas as famílias desses servidores”, afirmou o padre Flávio Augusto.

Além do Vigário Geral de Mossoró, o Arcebispo de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha; o bispo de Caicó, Dom Antônio Carlos Cruz; e o bispo de Mossoró, Dom Mariano Manzana, se pronunciaram a favor dos servidores e solicitaram uma reunião com o governador Robinson Faria para tratar dos atrasos salariais.

Após ocupação na Assembleia Legislativa do RN, os professores da UERN  e servidores estaduais da Saúde conseguiram, através de negociação com o presidente da Casa, o deputado Ezequiel Ferreira, marcar uma audiência com o Governador para o dia 15 deste mês.

“Nós temos várias demandas, como a dos professores substitutos. Nesse momento, nossa greve é por conta dos salários atrasados. Os servidores do Detran, por exemplo, estão em greve por reajuste. Nós professores estamos sem reajuste há mais de seis anos, mas chegamos a uma situação tão crítica que temos que reivindicar o básico, que é o pagamento dos nossos salários”, conta a diretora da Associação dos Docentes da UERN (Aduern), Verônica Aragão.