segunda-feira , 18 de dezembro de 2017
Home / Universo / Poesias / Poesias

Poesias

ACABE COM O ÓDIO
Teresinka Pereira
Ohio/USA

O ódio é triste e obstinado
e ainda que haja razão,
nos atormenta a alma
sem molestar ao que o provoca.
Evitar o ódio na nossa mente
é talvez a boa causa
para olvidar o mal,
para semear a paz
nos nossos olhos cansados
e eliminar a sombra
que oculta a aventura
que é o bem viver.

Rio
Ângela Cláudia Rezende do Nascimento Rebouças
Mossoró/RN

Insisto em te amar
Mesmo você dizendo não e indo embora
E me desejando um novo amor
Eu aceito esse amor novo,
um amor novo por você

E lhe desejo também
um novo amor por mim
assim sincero, igualmente sereno
como uma lagoa
pequena lagoa que sempre estará lá.

Não seria a natureza efêmera?
Obviamente desigual e auto-piedosa,
Má conselheira e indecifrável.
Manda o rio desaguar no mar
E o mar nunca o beija
Enquanto alguém o ama e ele o abandona.

Das ilicitudes
Ariany do Vale
Mossoró/RN

Eu durmo e acordo,
Tomo banho,
Compro móveis.
Viajo e volto,
Beijo outras bocas,
Transo outros gostos
E não me esqueço
A covardia das tuas palavras
Ao dizer que me amavam
Quando teus olhos
-que não encaravam-
E sempre te entregavam.
Eu digo e repito:
Você é periculosa, menina.
Você é cocaína.

…*
Ângela Rodrigues Gurgel
Mossoró-RN
[email protected]

E, de repente este nó
Preso na garganta
Que não desce pelos olhos
Nem escapa em palavras –
Desencanto!

*Da Série Poesia sem Títulos

Sorrir É melhor do que chorar
Mikele Santos da Silva
Mossoró/RN

Que dor é esta
Que invade meu peito
Que abala meu espírito
Que entristece meu coração.

Que pessoa sou eu
Que permite que ela entre
Que se espalhe como vírus
Infectando tudo que encontra
Que faz com que eu me sinta cada vez mais pior
Que a tristeza tome conta do meu ser
Que aos poucos eu apodreça
Junto com meus anseios
E morrendo com minhas vontades
Que essa infeliz insanidade
Me faz sentir que sou
A mais excluída de uma cidade.

Pessoas ao meu redor não me entendem
Não sabem nada da minha vida
Talvez tudo que falo ou acho
É besteira ou não passa de uma brincadeira
De uma criança querendo chamar atenção
Chorando com medo de uma rejeição.

O que é mentira
Parece ser verdade
Todos me julgam
Por causa da minha insanidade
Quero que tudo passe
Que todos me abrace
Que eu possa encontrar de novo
Minha felicidade.

Decidi me dá um empurrão
Me levantar desse chão
Pintar o meu ser
Iluminar meu viver,
Pois hoje escolhi não mais sofrer
Quero VIVER
Nem que pra isso eu tenha que mudar
Abraçar a todos que eu encontrar.

Deixar essa tristeza de lado
Mudar a moldura desse quadro
Colocar a esperança em seu lugar
E mostrar que descobri
Que é melhor SORRIR do que chorar.

Momentos
Emmanoel Iohanan
Natal – RN

Meus momentos aflitivos,
Eu sei, transformar-se-ão
Em instantes reflexivos
De amores e razão.

Tudo na vida passa.
Pois, tudo, é passageiro!
Nesta vida não importa,
Ser primeiro ou derradeiro.

O que importa nela, então,
É o bem que aqui se faz.
É viver intensamente
Pelo amor e pela paz.

É lutar o bom combate,
É ser incondicional
No amar ao semelhante…
É ser justo e fraternal.

ANOITECI EM MIM
Yonalle Montenegro
Mossoró/RN

Quando abro a janela do passado
Vejo o tempo dormindo nos ponteiros
Do relógio que segue os rastos incandescentes

Inundada no Verdadeiro eu
Vejo-me numa derradeira ventura
Assim que surge uma sombria tempestade

Nuvens escuras encobrem o céu
Assim me acho num caminho acidentado pelo medo
Marcado pela dor das desilusões

Soltarei o grito preso na garganta
Para expor toda essa verdade
Presente nas súplicas de um sonho sem fim

O calor do dia severamente foi embora
E todos os anseios da alma adormecem
Pois, anoiteci em mim.

NÁUFRAGO NA CHEGADA
Clauder Arcanjo
Mossoró/RN

Tudo me abusa
Se não ouso usar
O remo certo, a vela em aprumo…
E o olho na escotilha, a nau desgovernada.

Tudo me ousa
Se não estabeleço a faina
O motim abjeto, a rota desamparada…
E o olho na biruta, a nau desgovernada.

Tudo me angustia
Se não insiro no porto o barco
A carga farta, o butim ofertado…
E a alma no mastro, a nau governada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *