terça-feira , 25 de julho de 2017
Home / Destaques / PCC volta a ameaçar governo do RN: “Temos poder assim como o governo também tem”
Detentos querem divisão por facções, retorno de visitas, ventiladores, televisores, retomada das visitas e fim de apreensões no Pavilhão 5
Detentos querem divisão por facções, retorno de visitas, ventiladores, televisores, retomada das visitas e fim de apreensões no Pavilhão 5

PCC volta a ameaçar governo do RN: “Temos poder assim como o governo também tem”

Em carta assinada, e divulgada no dia 3 de maio, o Primeiro Comando da Capital (PCC) reclama de problemas no Pavilhão 5 da Penitenciária Estadual de Alcaçuz, maior unidade prisional do Rio Grande do Norte, localizada em Nísia Floresta. A facção apresenta uma lista de exigências e ameaça “fazer o Brasil todo ver a realidade”.

Entre as exigências, os detentos querem que seja permitida novamente a entrada de alimentos, levados por familiares, em Alcaçuz. A entrega de comida, produtos de limpeza e higiene pessoal levados por visitantes aos detentos está suspensa desde o mês passado pelos agentes penitenciários, que resolveram adotar o chamado “procedimento padrão” como forma de pressionar o Governo do Estado a atender pleitos da categoria.

Na carta, a que o jornal O Mossoroense teve acesso, o PCC também requer a volta dos ventiladores e televisores para as celas. A facção não detalha quais ações serão tomadas caso o Estado não atenda às reivindicações. No entanto, destaca que tem poder, assim como o governo tem.

A Penitenciária Estadual de Alcaçuz foi palco de rebelião em janeiro deste ano. A revolta, resultante do conflito entre o PCC e o Sindicato do Crime do RN, resultou em 26 detentos mortos e danos à estrutura da unidade prisional.

A Polícia Federal investiga a possibilidade de ataques contra agentes de segurança nos Estados do Rio Grande do Nortes, Amazonas e Roraima, orquestrados pelo PCC.

 

– LEIA MAIS

 

  • Confira as fotos da carta e abaixo a transcrição do documento.

Primeiramente bom dia a todos!

Venho por meio deste dizer que na data de hoje 03/05/2017, nós estamos fazendo uma parada pacífica em todo o Brasil, em prol dos nossos direitos e do pavilhão 5 de Alcaçuz, pois estamos na nossa disciplina e respeitando o máximo possível, mas infelizmente estamos sendo desrespeitados de todas as formas e nós do Primeiro Comando da Capital não aceitamos isso não, porque até nossos familiares estão sendo desrespeitados.

Por isso, estamos chamando a atenção de todos da melhor forma, mas não estão querendo ver. Então o Brasil todo vai ver a realidade sempre da melhor forma, pois só o que queremos e estamos lutando é pelos nossos direitos e o nosso respeito. Pois nossas unidades estão intactas e em total perfeição e não estamos alterando nada. Mas a outra facção, a do Sindicato do RN e vocês já sabem não precisa nem relatar), até porque cegos vocês não são!

Então verão que nós do Primeiro Comando da Capital queremos apenas Paz, União e o respeito de todos, pois também somos pessoas igual a qualquer ser humano. Mas quem nos desrespeitam seram todos da mesma forma. E nossos pedidos são simples e fácil de serem atendidos:

Queremos que parem com a opressão no pavilhão 5 de Alcaçuz.

Queremos que voltem ao normal as vizitas e a alimentação.

Queremos a divisão das facções.

Queremos também nossos ventiladores e televisão de volta nas nossas unidades.

Pois estamos na nossa disciplina e em total respeito então nós não aceitamos essa forma de tratamento não estamos dando motivos para as pessoas estarem assim não. E se fizemos algo que o governo não gostou foi porque nos desrespeitaram e não atenderam nossos pedidos e porque o sindicato veio para cima de nós e (______) não faremos isso mesmo em minoria nós também temos poder assim como o governo também tem.

Então isso é tudo, respeito a todos!

Esperamos respostas diante nossos pedidos…

Ass.

Primeiro Comando da Capital

carta

carta2