quinta-feira , 13 de dezembro de 2018
Home / Destaques / Notas da Redação

Notas da Redação

CUBANOS
Os médicos cubanos estão indo embora. Dos 142 profissionais que trabalhavam no RN, 30 deixaram o Brasil, restando 112 que estão sendo substituídos por médicos brasileiros. Os cubanos instituíram a sistemática da medicina comunitária por onde prestaram atendimento.

TRABALHO
Os novos profissionais do programa Maia Médicos, os brasileiros que estão substituindo os cubanos terão que permanecer em seu trabalho em tempo integral, o que, hoje, não acontece. A dedicação exclusiva não acontece por conta dos baixos salários pagos aos profissionais da área da saúde.

TABAJARA
O ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Valter Casimiro, informou à governadora eleita do RN, Fátima Bezerra, que a obra de duplicação da Reta Tabajara, o gancho de Igapó e as obras na BR 101 de Ponta Negra a Pium estão entre as prioridades da pasta para o ano de 2019. Casimiro tem mais 25 dias à frente do Ministério.

ILUSÃO
A governadora eleita Fátima Bezerra avisa que pretende mudar os critérios das transferências de recursos para os poderes Legislativo, Judiciário e Ministério Público. O Executivo, adianta, só repassará aquilo que for possível. Fátima esquece que, no regime democrático, o Poder Executivo não é maior que os demais Poderes e que a Constituição tem que ser cumprida.

HOMICÍDIOS
O governo de Robinson Faria vai chegando ao final com uma informação relacionada á segurança, digna de comemoração. Mesmo considerando os índices como bastante elevados, houve um número de casos inferior em cerca de 17% quando comparados ao mesmo período no ano passado.

INVESTIGADOS
Dois dos homens fortes do futuro governo Bolsonaro estão sendo investigados pela polícia federal. Paulo Guedes, para o Ministério da Economia, e Onyx Lorenzetti, para a Casa Civil. No início, Bolsonaro minimizava as acusações, mas já passa a afirmar que se for confirmado alguma das acusações, os dois serão defenestrados.

GIRÃO
O deputado federal eleito, Eliéser Girão, sido duro em relação ao STF. Em Twitter postou que “assim como num jogo de futebol, quando os juízes aparecem é porque algo não está certo. A rejeição crescente dos ministros do STF demonstra que a sociedade não aceita mais esse jogo obscuro que tem sido mostrado pelo Corte Maior. Então, vão entender ou esperar o pior?”

REFORMA
O presidente eleito, Jair Bolsonaro, tem repetido que pretende aprovar os primeiros itens da reforma da Previdência, logo no primeiro semestre de 2019. Como parlamentar, durante tantos anos, Bolsonaro sabe que, no Parlamento, muitas vezes, as votações não acontecem com a celeridade desejada pelo Executivo.

SOLIDARIEDADE
A Associação dos Magistrados da Justiça do Trabalho, Associação dos Magistrados Brasileiros, Associação dos Magistrados do Distrito Federal, Associação Nacional do Ministério Público Militar e Associação dos Juízes Federais divulgaram nota em apoio ao ministro Ricardo Lewandowski, do STF, em repúdio ao advogado que fez críticas ao STF.