Notice: Undefined property: WP_Error::$ID in /home/omossoroensecom/public_html/wp-includes/class-wp-user.php on line 170

Notice: Tema sem header.php está obsoleto desde a versão 3.0.0 sem nenhuma alternativa disponível. Inclua um modelo header.php em seu tema. in /home/omossoroensecom/public_html/wp-includes/functions.php on line 3942
Mais de 90% dos municípios do RN apresentam alto índice de infestação por Aedes Aegypti – Jornal O Mossoroense Mais de 90% dos municípios do RN apresentam alto índice de infestação por Aedes Aegypti – Jornal O Mossoroense

Home / Destaques / Mais de 90% dos municípios do RN apresentam alto índice de infestação por Aedes Aegypti
Mais de 90% dos municípios do RN apresentam alto índice de infestação por Aedes Aegypti
O mosquito Aedes aegypti é transmissor da dengue, zika e chikungunya.

Mais de 90% dos municípios do RN apresentam alto índice de infestação por Aedes Aegypti

Um boletim divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) nesta terça-feira, 22, revelou uma situação preocupante: 90,54% dos municípios do Rio Grande do Norte, o que representa 151 cidades, apresentam índice de infestação predial pelo Aedes Aegypti, mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya, classificado como de alerta ou risco. Os dados são referentes à semana epidemiológica nº 17, com informações coletadas até 28 de abril.

“Apesar da queda do número de casos, em comparação com anos anteriores, ainda temos no RN alto índice de municípios com infestação predial, o que necessita um olhar mais atento das Prefeituras para o controle vetorial”, explicou a subcoordenadora de vigilância epidemiológica da Sesap, Maria Lima.

Como forma de prevenir o aumento de casos de dengue, zika e chikungunya, a Sesap realizou operações com carro fumacê em 16 municípios do estado: Campo Redondo (janeiro); Jucurutu, Natal, São Gonçalo do Amarante e Mossoró (Fevereiro); Natal, Currais Novos, Passa e Fica e Bodó (março); João Câmara, Mossoró, São Vicente e Natal (abril); Campo Redondo, Caiçara do Norte, Caiçara do Rio dos Ventos, Bom Jesus, Macaíba, São Gonçalo do Amarante, Natal, São José de Mipibu, Pureza, Santo Antônio (Maio).

Dengue

Desde o início de 2018 foram notificados 7.332 casos suspeitos de dengue, com 2.278 casos confirmados, o que representa 31,07% do total de casos. Em 2017, no mesmo período, o número de casos suspeitos era 4.092, sendo 707 confirmados.

Chikungunya

Neste ano de 2018 foram notificados 805 casos suspeitos e confirmados 52 para chikungunya. Já em 2017, no mesmo período, foram notificados 792 casos suspeitos e confirmados 239 casos.

Zika

Em 2018 foram notificados 143 casos suspeitos de zika, com 19 confirmados. Em 2017, o número de casos suspeitos era de 231 casos, sendo apenas três confirmados.