segunda-feira , 22 de julho de 2019
Home / Destaques / Livro sobre Agricultura Familiar e Convivência com o Semiárido é lançado na Ufersa
O livro que foi escrito numa linguagem de fácil compreensão reúne ao longo de 12 capítulos experiências de sucesso de convivência com o semiárido/Foto: Passos Jr
O livro que foi escrito numa linguagem de fácil compreensão reúne ao longo de 12 capítulos experiências de sucesso de convivência com o semiárido/Foto: Passos Jr

Livro sobre Agricultura Familiar e Convivência com o Semiárido é lançado na Ufersa

A produção da agricultura familiar no semiárido e as tecnologias de convivência para essa produção na região mais seca do Brasil são as temáticas que centralizam o livro “Agricultura familiar e Convivência com o Semiárido”, lançando nesta sexta-feira. 05, no Auditório da Biblioteca Orlando Teixeira, da Universidade Federal Rural do Semi-Árido, em Mossoró. A publicação tem como autores o professor da Ufersa, Nildo da Silva Dias; do professor da UERN, Alexandre de Oliveira Lima; do doutorando da Ufersa, Cleyton dos Santos Fernandes; e das professoras da UERN, Helen Flávia de Lima e Márcia Regina Farias da Silva. A obra faz parte da “Coleção Futuro Sustentável” da Editora Livraria da Física, coleção coordenada por professores da Ufersa, UERN e USP.

Brasil pode exportar tecnologias de convivência com o semiárido/Foto: Passos Jr

Durante o lançamento, o professor Nildo Dias, ressaltou a importância da agricultura familiar. “Se por algum motivo o Brasil perdesse a agricultura industrial, o país ainda estaria entre os 10 maiores produtores de alimento do planeta”, frisou. Segundo o professor, enquanto o agronegócio coloca o Brasil na quinta posição, a agricultura familiar o eleva para a oitava posição no ranking de produção de alimentos. “cerca de 80% de todos os estabelecimentos rurais são de agricultores familiares, sendo os agricultores mais de 40% da população ativa”, frisou.

Cleyton dos Santos, trouxe para o livro a experiência dos agricultores familiares/Foto: Passos Jr

O livro que foi escrito numa linguagem de fácil compreensão, reúne ao londo de 12 capítulos, uma série de experiências de sucesso de convivência com os longos períodos de estiagem e/ou de água salobra. “Hoje dispomos de tecnologias que possibilitam a convivência com o semiárido”, expressou o professor, afirmando que a ideia não é combater a seca, mas conviver com ela. “O livro traz muitas dessas tecnologias que podem ser replicadas pelos agricultores. Hoje, o Brasil pode exportar essas tecnologias sociais não mais precisando importa de outros países, como Israel, por exemplo, que dispõe da tecnologia de dessalinização”, argumentou o professor Nildo Dias.

Outro diferencial da publicação é que um dos autores, o Cleyton dos Santos Fernandes, vivencia na prática a realidade do pequeno agricultor familiar. Filho de agricultores de um assentamento em Crateús, no Ceará, ele cursou Agronomia, fez mestrado em Solos e, atualmente, e doutorando em Fitotecnia na Ufersa. “Esse livro representa uma contribuição muito importante para a agricultura familiar que ainda ver a universidade como uma realidade muito distante”, frisou o doutorando que é assentado da reforma agrária. Os assuntos da publicação são abordados dentro da perspectiva da agroecologia, a partir da realidade vivenciada pelos agricultores. Durante o lançamento houve sorteios de alguns exemplares. O livro pode ser adquirido através do endereço eletrônico: https://www.livrariadafisica.com.br/quemsomos.aspx

 

Portal Ufersa