quarta-feira , 22 de janeiro de 2020
Home / Destaques / Estudantes do Seridó são premiados em Festival de Cinema
IMG000000000220321

Estudantes do Seridó são premiados em Festival de Cinema

Os alunos da escola estadual Professora Calpúrnia Caldas de Amorim (EECCAM), localizada em Caicó (10ª Direc), no Seridó do Rio Grande do Norte, participaram e foram premiados na 10ª edição do Festival Internacional de Cinema de Baía Formosa (FINC) que aconteceu no final do último mês. A participação dos estudantes se deu devido ao trabalho desenvolvido por eles durante uma formação inicial e continuada de audiovisual.

O resultado dessas aulas foi a inscrição, aprovação e premiação no FINC. Um dos filmes produzidos pelos estudantes, o “Sem Sinal”, que teve direção coletiva e orientação de Jeferson Dutra e Raildon Lucena, ficou em 3º lugar na categoria “Bons Ventos”, que fazia parte do Festival de Curtas de 1 minuto. Devido à premiação, o filme “Bons Ventos”, de direção coletiva e produzido pelos estudantes da rede estadual, será exibido no Festival Netia Off Camera, um dos maiores festivais de cinema independente da Europa, que acontece na cidade de Cracóvia, em Polônia.

Os estudantes tiveram a Formação Inicial e Continuada intitulada como “produção de audiovisual para internet”, através de uma parceria com o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN) e a empresa Referência Comunicação. A atividade foi coordenada pelo professor do IFRN e idealizador do curso fundamentos da produção audiovisual para a internet, João Gomes e contou com a participação dos instrutores Raildon Lucena e Jefferson Dutra. De acordo com o coordenador da atividade, João Gomes, a atividade é desenvolvida pelo IFRN, mas é importante que chegue para o público externo. “Optamos por irmos às escolas e no próximo ano vamos continuar com esse projeto nas escolas públicas da cidade”, afirma.

Durante três meses, os alunos puderam ter acesso às aulas da história do cinema, de roteiro, fotografia, montagem, e conhecer profissionais do audiovisual independente. Os instrutores das aulas foram os instrutores Raildon Lucena e Jefferson Dutra, ambos do segmento do audiovisual. Para Raildon Lucena, que também é o realizador do Festival de Cinema Curta Caicó – que acontece em Caicó – a democratização do audiovisual é importante porque ela garante que mais pessoas tenham acesso aos filmes nacionais e produção independente. “Trazemos oficinas para Seridó e a ideia é incentivar a produção e acreditamos que o Seridó pode se tornar um polo de produção audiovisual e isso se inicia nas escolas”, afirma o instrutor do curso.

Aprendendo pela primeira vez sobre o mundo audiovisual e entusiasmado com o resultado dos conhecimentos adquiridos e trabalho realizado, o estudante da EECCAM, Gabriel Wallace, em perceber que todo o trabalho que tiveram trouxe resultados, além disso, com a experiência coletiva. “Ainda me emociono pelo fato de que não foi o curta que foi dirigido por só um de nós, mas sim o curta que foi dirigido por todos nós, de direção coletiva, que no caso foi o curta ‘Sem-Sinal’, relata o estudante.

A expectativa é que o projeto dê continuidade no próximo ano. Ivanilza Araújo, coordenadora pedagógica da escola, avalia que as aulas foram fundamentais para a formação acadêmica e profissional dos estudantes. “A participação no festival muitas vezes é a primeira porta de entrada de uma obra audiovisual nos principais canais de difusão de obras de novos realizadores, de curtas- metragens e de produções não exibidas em circuito comercial”, finaliza Ivanilza.

 

SEEC/ASSECOM