domingo , 24 de setembro de 2017
Home / Cotidiano / Curso do Sebrae ensina dono de negócio turístico a gerenciar redes sociais
redes

Curso do Sebrae ensina dono de negócio turístico a gerenciar redes sociais

O novo perfil de turista brasileiro está conectado à internet e recorre às redes sociais antes de acerta a viagem e o destino. Por isso, a presença nessa plataforma é fundamental para quem possui negócios nesse setor. Para ajudar proprietários de agências de viagens e de outros negócios turísticos a conquistarem um bom posicionamento nas mídias sociais, Marta Poggi realiza em Natal o curso ‘Gestão de Mídias Sociais: Facebook e Instagram na Prática’, nos dias 1 e 2 de agosto. A instrutora é blogueira e consultora de marketing digital voltado para o turismo.

O curso é resultado de uma parceria entre o Sebrae no Rio Grande do Norte e  a Associação Brasileira de Agências de Viagens (Abav-RN) e está alinhado com as estratégias do projeto Destinos Turísticos Inteligentes (Smart Destination).

A capacitação será realizada na sede do Sebrae, das 18h às 22h, e vai mostrar como os empresários podem utilizar as duas redes sociais para atrair o público desejado, vender os serviços e atingir bons resultados. Marta Poggi é conhecida por ministrar cursos e palestras pelo Brasil a profissionais do segmento de turismo, abordando temas como marketing digital, tendências, mídias sociais e inovação. Atua como consultora do Sebrae e da Abav, além de atender a várias empresas e destinos turísticos nacionais  e internacionais.

A inscrição custa R$ 70,00 (associado da Abav tem um desconto e paga apenas R$ 50,00) e pode ser feita pela internet no site www.iccabav.com.br/. Os interessados podem obter mais informações pelos telefones 84 3222-3125 e 99613-0111.

O projeto Destinos Turísticos Inteligentes é uma iniciativa do Sebrae para aumentar o uso da tecnologia nas empresas do segmento do turismo e incentivar a inovação como estratégia. O público prioritário do projeto são os meios de hospedagem, agências de turismo e de receptivo, que deverão adotar a tecnologia como estratégia para fortalecer a atividade.

Isso porque o conceito de destinos turísticos inteligentes se refere a estruturas turísticas diferenciadas, que facilitam a interação e integração do visitante, antes, durante e depois da viagem, e incrementam a qualidade de sua experiência com o destino, por meio do uso de metodologias e tecnologias inovadoras

O projeto vai oferecer capacitações, consultorias e integração com startups que desenvolvem soluções tecnológicas para os problemas enfrentados pelos empresários. O projeto envolverá negócios de três de áreas turísticas do Rio Grande do Norte: o Seridó, o Polo Costa das Dunas e Polo Costa Branca. Ao todo, será  investido R$ 1,3 milhão nas ações até 2018.