quinta-feira , 15 de novembro de 2018
Home / Destaques / Consumo de vinho no Nordeste aumenta em relação às demais regiões do país
Consumo de vinho no Nordeste aumenta em relação às demais regiões do país
Jovens também passaram a apreciar mais a bebida em relação à faixa etária acima de 45 anos.

Consumo de vinho no Nordeste aumenta em relação às demais regiões do país

Apesar de a região Sudeste dominar o consumo de vinhos no Brasil, o maior crescimento nos últimos dois anos é da região Nordeste, segundo pesquisa da Evino, um dos maiores e-commerces de vinhos do país. O levantamento tem como base de amostragem 700 mil pessoas de todo o Brasil, com faixa etária entre 18 e 65.

O Nordeste registrou aumento de três pontos percentuais no consumo da bebida entre pessoas de 18 a 65 anos. Mas 23% disso está concentrado entre pessoas de 35 a 44. Além disso, na mesma região, os espumantes, brancos e rosés foram os que mais apresentaram evolução, com crescimento de dois pontos percentuais em comparação com o ano de 2016.

“O objetivo da Evino é democratizar o consumo de vinho no Brasil e desmistificar a ideia de que a bebida não é acessível a todos os bolsos e perfis de consumo, que não combina com o clima tropical ou que requer ocasiões sofisticadas. Tudo isso é mito. A melhor forma de tomar vinho é do jeito que você quiser, no copo ou na taça e em qualquer ocasião”, explica Ari Gorenstein,co-Ceo da Evino.

A pesquisa revelou, ainda, que o consumo de vinho entre os jovens aumentou no país inteiro. Na faixa etária entre 25 e 44 anos, o acréscimo foi de dois pontos percentuais, contra a queda de dois pontos de 55 anos para cima.