segunda-feira , 22 de outubro de 2018
Home / Brasil / Cachaça mossoroense ganha prêmio internacional
O evento que laureou a cachaça regional do Rio Grande do Norte aconteceu no início deste mês, entre os dias 3 e 6 em Recife – PE.
O evento que laureou a cachaça regional do Rio Grande do Norte aconteceu no início deste mês, entre os dias 3 e 6 em Recife – PE.

Cachaça mossoroense ganha prêmio internacional

O Concurso Mundial de Bruxelas – Edição Brasil 2018, uma das maiores premiações de vinhos e destilados do mundo, premiou a cachaça mossoroense “Pátria Amada” com duas medalhas, uma de ouro e outra de prata.

O evento que laureou a cachaça regional do Rio Grande do Norte aconteceu no início deste mês, entre os dias 3 e 6 em Recife – PE. Lá, a cachaça Pátria Amada ganhou uma medalha de ouro para a cachaça envelhecida e uma de prata para a aguardente prata. “Para ser premiado, a bebida tem que ser de altíssima qualidade, é um diferencial, sem dúvidas”, afirmou a Marca em entrevista.

A importância da representatividade da região também foi comemorada pelos produtores da cachaça artesanal, “a marca Pátria Amada surgiu justamente do orgulho de suas origens do idealizador e proprietário, o Sr. Francisco Soares de Queiroz, que quer mostrar que o produto artesanal brasileiro, inclusive aquele produzido no Nordeste, pode ter a qualidade como um diferencial”.

As garrafas da marca destilada de Mossoró receberão os selos da premiação em breve e, garantiu através da premiação, a projeção internacional do produto artesanal da cidade. Além disso, há pesquisas que mostram um aumento expressivo em marcas premiadas pelo Concurso, que também abre possibilidade de exportação e relação com mercados internacionais.