quarta-feira , 21 de agosto de 2019
Home / Opinião / BARRAGEM DE SANTA CRUZ – UM SONHO REALIZADO – Wilson Bezerra

BARRAGEM DE SANTA CRUZ – UM SONHO REALIZADO – Wilson Bezerra

É bom quando se, tiver oportunidade, por determinação do destino, fazer relato sobre o que se passou e o que deixou de benefício ao presente, bem assim dados biográficos que enaltecem esse passado e sublima o presente.

Porque a história dos reservatórios de água, para atender a eterna escassez de sempre em nossa região, foi um sonho de velhas gerações sofridas, exemplo do saudoso Jerônimo Rosado, pai da tradicional família desta terra de Santa Luzia.

Segundo o velho Rosado, seu sonho era a construção de barragens. E sempre dizia: “Se eu não a construir, um filho meu construirá”. Até que um tempo depois a Barragem de Umari concretizou seu sonho, embora pelas mãos dos filhos e outros mais cidadãos. Um sonho tornado realidade em parceria com outras realizações, a exemplo da Barragem de Santa Cruz que trouxe efetiva e real contribuição para amenizar o trágico problema não só do Vale do Apodi, mas em grande parte da região deste Estado, atendendo uma população de uma área de calculadamente dez mil hectares.

A década de noventa foi privilegiada em realizar o sonho do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas, um projeto elaborado nos idos de 1920, só agora, nessa década de noventa, sendo iniciada a execução da obra com apoio e outras investidas por consequência de não execução de compromissos entre os governantes, federal, estadual, municipal, cujo montante estimado em aproximadamente 141 milhões.

Foi uma obra de grande magnitude, pois além de beneficiar uma extensa área do Estado, trouxe melhoria na irrigação no Vale do Apodi e fornecimento de água em várias cidades do Estado.

Forte documentação existe escrita pelo saudoso Vingt-un Rosado, que, da tribuna da Fundação, defendia a construção dessa barragem, ao lado do falecido Vingt Rosado, que, mesmo antes de morrer, deixou seu pedido aos sucessores políticos da região para tê-la como meta principal, que complementaria o antigo sonho de seu pai, Jerônimo Rosado.

 

Agência Brasil