quinta-feira , 22 de junho de 2017
Home / Destaques / Assembleia Legislativa discute autonomia financeira da Uern nesta quarta-feira
UERN

Assembleia Legislativa discute autonomia financeira da Uern nesta quarta-feira

De autoria da deputada estadual Larissa Rosado (PSB), audiência pública debate nesta quarta-feira, 14, às 14h30, na Assembleia Legislativa do Estado, a autonomia financeira da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN).

Para Larissa, a autonomia ajudará a Universidade a crescer cada vez mais forte. “Com os devidos recursos financeiros para desenvolver as suas ações nas áreas de ensino, pesquisa e extensão,  a UERN pode contribuir de forma decisiva para as soluções dos graves problemas que assolam o Rio Grande do Norte, com atenção estratégica para os setores educacional, saúde, segurança e desenvolvimento econômico e social”, reforça.

Adonias Vidal, Pró-Reitor Adjunto de Planejamento, Orçamento e Finanças da Uern, lembra que o Projeto já está inserido no Plano Plurianual (PPA 2016-2019), no Plano Estadual de Educação (2015-2025), na Lei de Diretrizes Orçamentárias (2017) e no PDI Plano de Desenvolvimento Institucional da UERN (2016-2026).

“Em todos esses instrumentos as metas são para implantação da autonomia em 2017, de maneira que a Universidade entende que esse Projeto pode se concretizar com a aprovação da Lei esse ano ainda na Assembleia, cumprindo todas metas que estão nas leis descritas acima”, diz.

Hospital Universitário

Larissa Rosado participou na manhã desta terça-feira, 13, de reunião na Reitoria da UERN onde se discutiu a reativação do Hospital da Polícia Militar de Mossoró. Na ocasião, representantes das Universidades (Universidade Federal Rural do Semi-Árido- Ufersa, Universidade do Estado do Rio Grande do Norte- UERN, Universidade Potiguar – UNP e Faculdade de Enfermagem Nova Esperança – Facece, além de Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed), Polícia Militar (PM) e Câmara Municipal de Mossoró.

O objetivo é que a estrutura do hospital, que funciona hoje, somente como ambulatório, seja utilizada como Hospital Universitário. A proposta inicial é de que o hospital funcione como ambulatório e a médio prazo seja ampliado para internamento.

Como encaminhamentos desse primeiro passo, a deputada Larissa e a vereadora Sandra Rosado (PSB) reafirmaram o compromisso com a luta e se comprometeram em agendar audiências públicas na Assembleia Legislativa e Câmara Municipal, respectivamente, para firmar parceria entre Estado, município de Mossoró, PM e Universidades. O próximo passo é a elaboração de um relatório por parte das instituições, onde cada uma, se responsabilizará por determinado serviço.

“A partir desse relatório, iremos tentar encontrar os caminhos para viabilizar a reativação do Hospital da Polícia Militar, transformando-o em Hospital Universitário, espaço privilegiado para inovações de ensino e cuidado da população”, acentua Larissa.