domingo , 17 de novembro de 2019
Home / Brasil / A odisseia de ser professor no Rio de Janeiro
imagen

A odisseia de ser professor no Rio de Janeiro

Isabela Vaz começa o dia muito antes do amanhecer na comunidade do Terreirão, no bairro do Recreio dos Bandeirantes, na zona oeste do Rio de Janeiro. Ela pega dois ônibus e um trem para chegar a uma das escolas em que trabalha, em Nova Iguaçu, na região metropolitana.

Divorciada, com dois filhos e já avó, a carioca Isabela, de 42 anos, é uma das milhares de docentes que encaram uma dura jornada diária para exercer uma profissão mal remunerada e perigosa no Brasil.

 

Agência EFE