Vereador pode assumir comando do PCdoB no município de Areia Branca

AREIA BRANCA – A morte trágica e prematura do líder estudantil e presidente do Comitê Municipal do Partido Comunista do Brasil (PCdoB) em Areia Branca, Jocsã Cerqueira Cunha, mexeu com as estruturas da sigla em nível local. Ele trabalhava num novo projeto político independente, cujo objetivo seria eleger em 2016 o maior número possível de vereadores.

O dirigente partidário que morreu aos 33 anos, de acidente automobilístico, era um grande articulador e sem o seu comando a sigla comunista em Areia Branca sofreu uma perda irreparável.

Oficialmente ainda não foi divulgado nada em relação aos próximos passos dos membros do Comitê do PCdoB local, com vistas à definição de quem assumirá o comando da sigla provisoriamente, já que o cargo de presidente está vago. Entende-se que o substituto legal seja o vice-presidente, vereador Antônio Carlos de Souza. O partido possui mais dois vereadores: Dijalma da Silva Souza e João Paulo Borja.

Conforme entendimento de um dos vereadores do PCdoB em contato com a reportagem, não deverá haver divergências quanto ao nome do vereador Antônio Carlos para presidir o diretório municipal do partido, momentaneamente. A nova composição foi eleita há menos de um mês, em convenção realizada no dia 26 de novembro passado. O então presidente Jocsã Cerqueira havia sido reconduzido ao cargo.

Na quinta-feira, 10, circularam rumores que setores ligados à pré-candidata a prefeito de Areia Branca, Iraneide Rebouças (DEM), estariam articulando uma conversa com o Comitê Estadual do PCdoB-RN, em Natal, para tentar emplacar o vereador João Paulo Borja no comando do partido.

Isso ocorrendo, seria um reforço substancial para o grupo político da enfermeira Iraneide Rebouças, uma vez que João Paulo é citado como eventual companheiro de chapa da pré-candidata à prefeitura areia-branquense nas eleições do próximo ano.