URGENTE Ministro da Saúde, Nelson Teich, pede demissão

Depois de ser recebido pelo presidente Jair Bolsonaro, o ministro da Saúde. Nelson Teich, retorna ao Ministério e comunica sua demissão do cargo que vem exercendo há menos de um mês.

Ele deixao governo após sofrer pressão por semanas para indicar o uso da cloroquina — remédio cuja eficácia contra o coronavírus não é comprovada — para pacientes com covid-19. Marcou para a tarde de hoje, uma coletiva de imprensa para dar mais informações sobre sua saída.

O que se sabe é que ele vinha sendo pressionado, desde a sua posse, para indicar o uso da cloroquina — remédio cuja eficácia contra o coronavírus não é comprovada — para pacientes com covid-19.

Além de médico, Nelson Teich é empresário e oncologista, tendo substituido no cargo outro médico,  Luiz Henrique Mandetta (DEM-MS).

Em Brasília, há informações de que o presidente chegou a convidar o número dois da pasta, o general Eduardo Pazuello, para assumir a Saúde, caso Teich se demitisse. Sendo confirmada a informação, será mais um general em cargo de influência no governo jair Bolsonaro.

A troca de dois ministros da Saúde, em plena crise da saúde pública, ocorre no momento em que as estatísticas registram, até hoje, 14.131mil brasileiros mortos e 207 mil infectados pelo Covid-19