Ufersa firma termo de compromisso para coleta de materiais recicláveis

Pelo terceiro ano consecutivo, a Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa) firmou um Termo de Compromisso com a Associação dos Catadores de Materiais Recicláveis de Mossoró (Ascamarem). O documento autoriza que a associação utilize todo o material reciclável produzido pela Ufersa. A Ascamarem foi selecionada via edital publicado pela Comissão de Coleta Seletiva Solidária.

Fundada há 10 anos, a Associação hoje conta com 20 catadores que se mantêm graças a esse sistema de coleta. O presidente da entidade, Ronaldo Nunes, enalteceu a parceria. “Se todos colaborassem como a Ufersa seria ótimo. Hoje o material recolhido na Universidade não tem perda, é totalmente aproveitado e depois reaproveitado”, comentou.

A professora Diana Lunardi, do Departamento de Ciências Ambientais, comentou a responsabilidade ambiental da coleta seletiva e o trabalho desenvolvido pela Ascamarem. “Eles não faltam, estão sempre disponíveis para a Ufersa. Nós agradecemos e esperamos que a Ascamarem possa fazer sempre o trabalho de forma correta e assídua”, destacou a professora.

Pelo termo, que tem vigência de um ano, a Associação terá de recolher todo o material reciclável da Universidade uma vez por semana, uma prática que já vem sendo adotada nos últimos dois anos. Para facilitar o trabalho da Associação, a Ufersa, por meio de um servidor terceirizado, recolhe e faz toda a separação do material. O trabalho é feito no Abrigo de Resíduos que foi inaugurado recentemente, no final do Campus Leste. O prédio tem estrutura para receber plásticos, metais, papéis, vidros, produtos químicos e lixo eletrônico como baterias, pilhas e lâmpadas queimadas.

Hoje a separação dos resíduos começa pelos “eco-pontos”, que são tambores para recolher tudo que é descartado. Segundo a Comissão de Coleta Seletiva, existem “eco-pontos” em todos os setores da Ufersa em Mossoró e nos outros três campi da Universidade.

Atualmente, a Ufersa produz uma média de 100 quilos de material reciclado mensalmente. O reitor José de Arimatea de Matos avalia que a Universidade está em dia com o seu papel ambiental. “Desde 2013 que a Ufersa vem destinando o seu lixo de forma correta dentro da Política Nacional de Coleta Seletiva Solidária, que obriga todas as instituições do país a destinar os seus resíduos para associações de catadores. Nós acompanhamos as diretrizes dessa política nacional e desenvolvemos os projetos da coleta seletiva e do Abrigo de Resíduos. Nesse quesito também somos referências e vamos ampliar as ações de responsabilidade ambiental”, concluiu.