Foto: Luciano Lellys

Ufersa e Cosern firmam cooperação para prevenção e combate a incêndio

Um convênio de cooperação tecnológica para reforço nas ações de prevenção de combate a incêndio foi assinado na manhã desta terça-feira, 26, entre a Universidade Federal Rural do Semi-Árido, a Fundação Guimarães Duque e a Companhia Energética do Rio Grande do Norte. A celebração pelo professor José de Arimatea; o presidente da FGD, professor André Pedro Neto e, pelo diretor presidente da Companhia, Luiz Antonio Ciarline, aconteceu na Sede da Cosern, em Mossoró. Com o convênio, no valor de R$ 20 mil, a Universidade vai realizar ações preventivas e de combate a incêndio no edifício sede da Cosern, em Natal.  A duração do convênio é de 12 meses e as ações do projeto são ligadas às atividades do grupo de Pesquisa Alpendre – Arquitetura e Representações, cadastrado no CNPq e na Ufersa.

O convênio é mais uma atividade de extensão universitária que vai oportunizar o contato dos estudantes do Curso de Arquitetura e Urbanismo da Ufersa Pau dos Ferros com a atividade prática. Segundo o professor Daniel Andrade, coordenador do projeto, trata-se de uma avaliação de segurança do edifício Sede da Companhia contra incêndio com a proposição algumas modificações no prédio, bem como apresentar os impactos das possíveis modificações, apontando soluções para os problemas que por ventura sejam encontrados. “Essa avaliação visa à segurança das pessoas e das edificações que é um patrimônio da Cosern” explicou o professor Daniel Andrade. O recurso será utilizado para compra de equipamentos e pagamentos de bolsas aos universitários.

Para o reitor da Ufersa, professor José de Arimatea, o convênio tem a sua importância quando a Universidade, por meio do conhecimento, colabora com a Companhia, que atende 20% da população brasileira com o fornecimento de energia e, especialmente, para a formação profissional dos estudantes. “Um projeto dessa natureza possibilita o professor trabalhar com a prática do conhecimento com os estudantes de Arquitetura e Urbanismo da Ufersa Pau dos Ferros. Creio ser um grande benefício para os nossos alunos, bem como para o que fazem a Cosern” considerou o reitor.

“O convênio representa o conhecimento do meio acadêmico voltado para melhores condições de segurança” considerou o diretor presidente da Cosern, Luiz Antonio Ciarline. O convênio é voltado especificamente para o edifício sede, em Natal, e a Sede do Grupo Neoenergia, no Rio de Janeiro. O diretor ressaltou a preocupação com a segurança como um dos pilares do Grupo, bem com a preservação dos prédios. “A expertise da Universidade, nessa área de combate a incêndio, de emergência em edificações de uma forma geral, entendemos que a Universidade pode nós apoiar e nada melhor que com o conhecimento acadêmico para que seja desenvolvido um bom trabalho que vai beneficiar ambas as partes com qualidade” considerou o diretor da Cosern. O trabalho tem como base o contexto da legislação ambiental e dos órgãos como o Corpo de Bombeiros e o CREA.

Esse é o segundo convênio firmado entre a Ufersa e a Cosern. O primeiro, assinado em 2018, beneficiou o prédio da Celpe, em Recife; as instalações da Cosern em Campinas e o Museu de Energia, ambos em São Paulo. Na ocasião, Luiz Antonio afirmou que na Região Oeste do RN a Cosern atende 26 municípios, com duas bases, sendo uma em Mossoró e outra em Assú, com mais de 160 mil estruturas, 16 subestações, num investimento até setembro superior a R$ 18 milhões apenas em Mossoró e mais de R$ 223 em todo o Estado.

 

Portal Ufersa