Tragédia em Goiânia: estudante mata e fere colegas

Um estudante, filho de policial militar, fez disparos dentro do Colégio Goyases, localizado no bairro Conjunto Riviera, em Goânia.

Os tiros atingiram e mataram dois adolescentes ferindo outros quato que se encontravam no local. O atirador é filho de policiais militares e usou arma da corporação, uma pistola calibre .40.

Segundo a imprensa goiana, o jovem que efetuou os disparos cursa o 8º ano e vinha sofrendo bullying de colegas que o chamavam de “fedido” e que iram lhe presentear com desodorantes.

O bullying ficou caracterizou por agressões intencionais, verbais ou físicas, feitas de maneira repetitiva, por um ou mais estudantes contra um ou mais colegas.

Segundo as informações, todas as vítimas são alunas da escola. Os mortos são João Pedro Calembo e João Vitor Gomes, cujas idades não foram confirmadas. Os feridos são os menores L.F.B., 14; Y.M.B., 13; I.M.S., 14; e M.R.M., 13.
.

cialis fiyat